Saúde promove Acolhimento Pedagógico 2017 para profissionais da Atenção Básica

A Secretaria Municipal da Saúde (SESAU), através da Diretoria de Atenção Básica (DAB), com apoio da Diretoria de Planejamento (DIPLAN), promovem durante toda a semana, de 24 a 28 de junho, a primeira etapa do Acolhimento Pedagógico 2017 para os profissionais da Saúde.

O Acolhimento Pedagógico tem como proposta a formação e/ou qualificação da Estratégia de Saúde da Família, buscando reconhecer os profissionais como protagonistas do processo de trabalho. A ação envolve o cotidiano de trabalho das equipes, permitindo momentos de reflexão e avaliação dos comportamentos profissionais e isso se torna um instrumento capaz de modificar a realidade, impactando no atendimento da população franciscana, o que visa refletir também nos indicadores de saúde do município.

O que eu faço? Será que essa é a melhor forma de fazer? Essa é a melhor forma de fazer também para o usuário do serviço? São essas as reflexões que queremos levantar hoje e elas são muito provocadoras, pois estimulam a mudança de práticas. Nosso trabalho é voltado para o cuidado do outro e precisamos ter sempre esse foco. Esperamos com isso melhorar os indicadores e isso vai se refletir positivamente na qualidade de vida das pessoas. Para isso, temos o Acolhimento Pedagógico como uma ferramenta importante, pois partimos daquilo que as equipes vivenciam”, explicou Juliana Lima, da Diretoria de Planejamento em Saúde (DIPLAN).

O evento tem a parceria da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia – SESAB e do Instituto de Saúde Coletiva – ISC/ UFBA.

O Acolhimento Pedagógico é uma proposta de fortalecimento da Estratégia de Saúde da Família, ou seja, das nossas unidades de saúde e essa é uma parceria com o Estado, com foco na participação dos servidores, buscando o melhor acolhimento e a resolutividade dentro das unidades. O Estado disponibilizou um módulo e capacitou alguns profissionais. No território do município, são os profissionais daqui que assumem o evento”, revelou José Raimundo Nogueira, diretor da Atenção Básica em Saúde no município.

O Acolhimento Pedagógico acontece em 05 encontros presenciais ao longo da semana. No primeiro encontro, a palestrante Dra. Ana Luiza Queiroz Vilas Boas, médica sanitarista e professora do Instituto de Saúde Coletiva – ISC/ UFBA, abordou as temáticas: políticas de saúde, modelos de atenção e determinantes sociais de saúde, entre outras temáticas como educação permanente e trabalho em equipe. Todos os temas foram discutidos por facilitadores que atuam na gestão municipal, que foram capacitados a realizar o trabalho através da SESAB.

A avaliação dos profissionais sobre a iniciativa é positiva: “para melhorar o processo de trabalho nas unidades, precisamos desses momentos que facilitam a interação com as equipes e ajudam a repensar as nossas práticas. É um ganho muito grande para os nossos pacientes, porque é um momento de reflexão sobre o nosso cuidado e como podemos melhorar e aperfeiçoar as práticas e humanizar nosso trabalho e o reflexo é o atendimento à população”, frisou a enfermeira Cristiane Nogueira, da Unidade de Saúde da Família da Baixa Fria.