Aluna do CECBA retorna da V Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente: “foi único!” 

Dias inesquecíveis viveu a estudante do Centro Educacional Claudionor Batista, Ana Clara Nunes da Conceição, que ontem (19) chegou de São Paulo, após representar São Francisco do Conde na V Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente, findada na última segunda-feira (18), em Sumaré, interior paulista.

Durante três dias (16, 17 e 18/06), a jovem esteve imersa na Estância Árvore da Vida, participando de atividades lúdicas, voltadas para a conscientização dos diversos aspectos da água. “Lá aconteceram várias experiências, várias dinâmicas, várias brincadeiras, tudo o que vocês possam imaginar! E tudo voltado para a água. Foi muito especial! Muita gente se emocionou, eu mesma, chorei bastante”, disse a estudante do 9° ano, que foi recepcionada, calorosamente, no aeroporto de Salvador, em seu retorno à Bahia.

“Quero agradecer, primeiramente, a Deus por ter me dado essa oportunidade, porque, entre tantas pessoas que foram lá com projetos maravilhosos, ele me escolheu. E depois agradecer a todas as pessoas que me ajudaram a chegar até aqui, principalmente aos alunos do CECBA, que o projeto saiu de lá e foi composto por todos os alunos. Eu quero agradecer à gestão da escola, a todo mundo mesmo!”

Segundo Tatiana Nova, diretora do CECBA, “a família Cecbana está em festa com a chegada da nossa aluna Ana Clara, que representou a nossa cidade e a Bahia, em uma delegação composta por 16 alunos de escolas e cidades diferentes do estado. A oportunidade que ela teve foi única de conviver, conhecer, compartilhar e socializar experiências. Com certeza, uma oportunidade ímpar que se deu através do compromisso, dedicação, responsabilidade da equipe do CECBA, em especial dos professores Wellington, de Geografia, e Aline Lopes, de Ciências, que tiveram uma participação total nesse projeto, que se engajaram para ele  acontecer. Juntos, com certeza, somos mais fortes! Nós buscamos realizar as nossas atividades com muita dedicação e essa ida de Ana Clara é reflexo desse trabalho“. “Gostaríamos de agradecer ao nosso prefeito Evandro Almeida, ao secretário Marivaldo do Amaral e a toda a equipe da SEDUC que nos apoiou e nos deu todo o suporte para que tudo fluísse”, completou Tatiana.

Clara participou com o Lava-jatos Sustentáveis no Monte Recôncavo da Feira de Projetos dos Estados, onde pôde compartilhar experiências e aprimorar a proposta. “Eu não sabia que falar da água poderia tocar tanto as pessoas. O que aconteceu lá foi muito especial. A gente teve aquela consciência de que, realmente, a água é uma coisa que nós precisamos, que nós não vivemos sem ela, sabe?”

A V CNIJMA se desenvolveu em 4 etapas: escolar, municipal, estadual e nacional. Cerca de 9.700 escolas de todo o país  confeccionaram projetos de ação zelando pela água na realidade da escola e seu entorno. A estudante do 7º ano da Escola Municipal Joaquim Alves Cruz Rios,  Brenda Vitória Rodrigues, também participou, ao lado de Clara, da etapa estadual, ocorrida em Salvador, onde apresentou o projeto Protegendo as águas subterrâneas de São Francisco do Conde – Fonte do Mato.