Câmara de Vereadores realizou Audiência Pública para discutir Turismo e Empreendedorismo

A Câmara de Vereadores realizou no dia 22 de novembro uma Audiência Pública com o tema “Turismo e Empreendedorismo como Vetores de Desenvolvimento Econômico no Município”. A audiência foi proposta pelos vereadores Luís Carlos Dantas (Me Abrace) e Venilson Souza Chaves (Cravinho), atual presidente da Casa Legislativa.

Além dos membros do Poder Legislativo supracitados e os vereadores Sônia Batista, Edcarlos de Almeida Vasconcelos (Pita de Gal) e Cleberson da Silva (Moriel), compuseram também a mesa do evento, Ússula Flávia – secretária de Turismo, Ana Christina Oliveira – secretária de Desenvolvimento Econômico, Silmar Carmo – secretária de Planejamento, Aloísio Oliveira – secretário de Desenvolvimento Social e Esportes, Márcio Junqueira – secretário de Direitos Humanos, Cidadania e Juventude, e, Roque Pita – superintendente da Secretaria de Gestão Administrativa. Presentes também José Raimundo Fonseca – secretário geral do Conselho de Cultura, Luiz Henrique Reis – presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de São Francisco do Conde e o professor e palestrante Michel Penna.

O professor e palestrante Michel Penna dissertou sobre a necessidade de São Francisco do Conde, nesse novo momento em que o país vive, inovar e empreender: “todo empreendedor precisa antes verificar o que pode fazer e o que tem vocação para fazer, pois existe a necessidade de construir um negócio que seja sustentável, durador, flexível e, acima de tudo, atrativo. Precisa descobrir o que São Francisco do Conde precisa e o que o município busca”, completou.

Em seu pronunciamento, Ússula Flávia parabenizou os vereadores pela sensibilidade de enxergar o turismo como uma possibilidade e destacou a união de todas as secretarias para o turismo acontecer. “Nós somos agraciados por Deus. São Francisco do Conde tem tudo que qualquer destino gostaria de ter. E o que nos falta? Eu diria foco! A Constituição assegura a união, aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios, o turismo como fator de desenvolvimento social e econômico. Não vai haver turismo se não houver serviços públicos. Não vai haver turismo se não houver infraestrutura. Como é que eu trago alguém aqui, se quem mora aqui não tem onde comer bem? A cidade precisa ser boa para quem mora, sendo boa para quem mora vai ser boa para quem chega, isso é premissa! Primeiro lugar, tem que ser boa para quem vive aqui, por que quem aqui passeia, logo depois vai embora, mas quem mora aqui precisa ter direito a lazer, entretenimento, cultura. Ter acesso a todos esses espaços. Precisamos do social, pois quando penso em trazer gente para o município, trago junto violência, exploração sexual. Precisamos trabalhar em paralelo e analisar as condições que vão reduzir os impactos negativos e maximizar os positivos. Precisamos da SEPLAN para planejar. Precisamos da SEFAZ para saber se tem condições de executar. O turismo é transversal, navega em todas as áreas e cada um tem que cumprir a sua parcela. O poder público faz a parte dele, a iniciativa privada toma conta do que é seu, mas a comunidade tem que dar o tom. Nós temos todas as condições de transformar os nossos atrativos em produto turístico”, enfatizou.

Ana Christina Oliveira enfatizou o trabalho desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico. “A missão da nossa secretaria é promover o desenvolvimento socioeconômico e sustentável do município através de políticas e estímulo e ações de fomento ao setor produtivo, visando à geração de emprego, trabalho e renda e, consequente, melhoria da qualidade de vida do cidadão. Ratifico o que já foi dito, de que não existe turismo que não caminhe com outras ações de outros setores, de outras secretarias, e a SEDEC tem uma parcela extremamente complexa para a construção de um turismo forte. A nossa visão é transformar a cidade no maior polo industrial da região do Recôncavo Baiano e nos tornarmos referência como melhor município para se investir e se viver”, destacou.

Após os pronunciamentos, a comunidade que se fez presente ao evento participou com perguntas.