CRESAM realiza ações de prevenção pelo Dia Mundial de Luta contra a AIDS

A Secretaria Municipal de Saúde – SESAU, em alusão ao Dia Mundial de Luta contra a AIDS (1º de dezembro), realiza, entre os dias 04 e 07 de dezembro, na nova sede do CRESAM – Centro de Referência à Saúde da Mulher (Rua Santa Rita – Centro), um ciclo de palestras e atividades sobre o tema.

Com o intuito de estimular o diagnóstico precoce, serão realizados, gratuitamente, Testes Rápidos, preferencialmente, nas gestantes em estágio avançado da gravidez. Realizar esse teste antes do parto é fundamental para evitar que a criança seja infectada, caso a mãe seja portadora do vírus. Aquelas que tiverem o diagnóstico confirmado receberão orientações dos profissionais de saúde sobre a doença e serão encaminhadas para atendimento especializado nas unidades de referência no município.

O objetivo da ação é promover informações sobre a AIDS, ajudar a acabar com o preconceito e, sobretudo, alertar quanto às formas de prevenção que são basicamente o uso de preservativo e o não compartilhamento de seringas e outros materiais descartáveis.

TESTE RÁPIDO 

O Teste Rápido deverá ser realizado por profissionais de saúde devidamente capacitados e o sistema submetido a controle de qualidade. Eles produzem resultados em, no máximo, 30 minutos e podem ser indicados como testes de triagem para o diagnóstico da infecção pelo HIV; de doadores de sangue; de outros tecidos biológicos e para fins de se tomar uma decisão terapêutica em situações de emergência específicas.

DADOS SOBRE A AIDS

Dados da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) apontam que de janeiro a maio deste ano, 208 novos casos de AIDS foram registrados na Bahia. Dos infectados, 130 são homens e 74 mulheres, sendo que do total, quatro em menores de 13 anos.

A estatística ainda pode ser maior que a divulgada, já que os dados foram atualizados somente pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) e muitos infectados pelo vírus não procuram atendimento médico. Desde 1984, a capital baiana registrou quase 07 mil casos de AIDS.