Dados do Censo Educacional ajudarão a gestão municipal

Desde o início do mês de outubro, uma nova fase do Censo Educacional foi iniciada. Novamente com a contribuição dos estudantes universitários, o projeto encontra-se no período de alimentação dos dados que servirão de base para implementação de ações de governo que beneficiem diretamente a população.

Como contrapartida social pelo recebimento da Bolsa Universitária, outro grupo de estudantes foi convocado para trabalhar na computação dos dados recolhidos durante a primeira etapa. As respostas das famílias aos questionários que foram aplicados em todos os bairros do município, no período de 17 de julho a 22 de setembro deste ano, serão os indicativos para os planos de ação de todas as secretarias do governo, ultrapassando a esfera da educação.

Os relatórios gerados pelo censo serão importantes diretrizes para a gestão Evandro Almeida. Teremos um mosaico das mais variadas necessidades de nossos munícipes, o que será de suma importância para realizarmos um governo voltado para o bem-estar dos franciscanos e o desenvolvimento da cidade”, informou o secretário da Educação Marivaldo do Amaral.

A estudante Jaqueceli Santos Xavier, que está no 8o semestre do curso de Administração Pública da UNILAB é uma das universitárias convocadas pelo PROUNIFAS. Segundo ela, “essa é uma oportunidade de retribuir ao meu município o apoio recebido, através da bolsa. Meu sentimento é de dever cumprido, pois participo de um programa que tem me dado uma nova chance de refazer minha história como profissional”.

Caso algum estudante convocado não possa contribuir nesse projeto, que tem se configurado como fundamental para o crescimento de São Francisco do Conde, será preciso se justificar diante do PROUNIFAS. O descumprimento da contrapartida prevista na Lei 296/2013 acarretará no desligamento do beneficiário.