Desafios da atual gestão são explicados durante Sessão Solene de Emancipação Política

Lideranças políticas, servidores públicos e a população de São Francisco do Conde lotaram a Câmara de Vereadores, nesta quarta-feira (28), para Sessão Solene em Comemoração ao Aniversário da Cidade, que completa 80 anos de Emancipação Política. Devido ao feriado da Sexta-Feira Santa, a solenidade anual foi antecipada em dois dias.

Para abertura das atividades, o coral “As Meninas Cantoras” apresentaram os hinos Nacional e Municipal. O professor José Jorge do Espírito Santo iniciou os pronunciamentos com uma verdadeira aula de história, que mostra o orgulho de ser franciscano. A cidade foi uma das primeiras vilas criadas no Brasil e teve importantes participações na independência do Brasil, graças a participação de negros e índios.

Fizeram parte da mesa de abertura da solenidade em comemoração aos 80 anos de Emancipação Política de São Francisco do Conde, o prefeito Evandro Almeida, o vice-prefeito e secretário de Governo Carlos Alberto Bispo Cruz (Nem do Caípe), o deputado federal Jorge Solla, o deputado estadual Rosemberg Pinto, os vereadores Venilson Souza Chaves – Cravinho (presidente da Câmara); Luís Carlos Dantas (Luís de Campinas); Edcarlos de Almeida Vasconcelos (Pita de Gal); Luís Alberto Santana Cruz (Luís de Nem), além dos ex-prefeitos do município, Osmar Ramos e Claudemiro de Oliveira. Também compuseram a mesa, representando as mulheres franciscanas, a ex-vereadora Antônia Maria Nogueira, mais conhecida como Mara, o pesquisador, geógrafo e escritor do município, José Jorge do Espírito Santo e o major Paulo César Nunes.

O deputado estadual Rosemberg Pinto, em seu pronunciamento, ressaltou a importância histórica de São Francisco do Conde e pontuou o momento difícil que o país está enfrentando, que reflete diretamente no município.

“São Francisco do Conde foi muito importante, não só para a independência, mas também para a formação da sociedade baiana. São Francisco do Conde também contribuiu muito para o cenário econômico da Bahia e do Brasil. É preciso comemorar essa data tão importante para o município. Estamos passando por um momento muito difícil no Brasil e também em São Francisco do Conde. Eu estive conversando com o presidente da Petrobras sobre algumas questões também relacionadas à Refinaria Landulpho Alves, que foi reduzida a sua produção a 49,5%, o que, obviamente, gera um impacto muito grande na receita de São Francisco do Conde”, explicou o deputado.

Ele ainda disse que “todas as dificuldades que o município vêm enfrentando não são de responsabilidade do gestor, mas sim do governo Temer, que vem tomando medidas na área de combustível, o que reflete diretamente na receita do município (…). Queria deixar aqui o meu protesto ao presidente Temer que está asfixiando a receita de São Francisco do Conde, neste momento que precisamos gerar emprego. Um governo que não ajuda o povo brasileiro e, por isso, a sua popularidade é tão baixa, por conta dessas medidas que prejudicam a população. Precisamos pensar grande, pensar para todos. Que o prefeito Evandro Almeida tenha serenidade para tomar medidas, devido a essas decisões que o governo Temer têm tomado, que prejudica o desenvolvimento do nosso país”.

“A verdadeira emancipação de um povo se faz no dia a dia. Em meio a maior crise dos últimos anos temos feito muito”, ressaltou o prefeito Evandro Almeida em seu discurso. Ele ainda falou do momento desafiador que vem enfrentando, devido a crise no país, e ressaltou que tem trabalhado para dar autonomia e emprego ao povo, principalmente com a atração de empresas. “Nossa gestão tem feito o possível para atender aos anseios do povo franciscano. Continuarei trabalhando por dias melhores”, garantiu o gestor.