Lançamento do projeto “A Escola na Câmara” traduziu a abordagem da cidadania

Com o propósito de promover a aproximação entre o Poder Legislativo e a sociedade, bem como explanar acerca das funções que o órgão exerce, a Câmara de Vereadores do município de São Francisco do Conde lançou no último dia 16 de maio, quarta-feira, o projeto “A Escola na Câmara”. A iniciativa conta com a parceria da Prefeitura e está sendo conduzida pela Secretaria Municipal da Educação – SEDUC, propiciando que estudantes da rede de ensino municipal sejam inseridos no contexto.

Espero em Deus que a gente tenha acertado com esse projeto. Vocês, enquanto educadores e formadores de opinião que são, e que têm contato direto com os pais e responsáveis das crianças e adolescentes desse município, são peças fundamentais para o sucesso desse projeto”, disse em seu discurso de abertura o presidente da Casa Legislativa, vereador Venilson Souza Chaves (Cravinho). “Quero saudar o secretário da Educação desse município, o professor e parceiro Marivaldo do Amaral, o qual, muito sensivelmente, entendeu a importância desse projeto e se prontificou em colaborar. Por ele ser também um cidadão que tem pertencimento com esta cidade, viu a necessidade do projeto, que muito orgulha esta Casa, ser colocado em prática com os nossos estudantes”, destacou Cravinho.

Integrante à mesa, o superintendente da Secretaria Municipal de Governo – SEGOV, Eliezer de Santana, o qual já foi secretário da Educação em outrora, bem como vereador desta cidade, esteve representando o vice-prefeito e secretário de Governo, Carlos Alberto Bispo Cruz (Nem do Caípe). Ele expressou a satisfação de sua representatividade e esboçou acerca da importância do projeto. “Eu fico muito à vontade nesta Casa e agradeço por estar aqui, por esta oportunidade, bem como em representar o nosso vice-prefeito Nem do Caípe, porque a gente tá aqui numa mesa, discutindo uma temática de valor incomensurável para o exercício da cidadania”, destacou Santana. Para ele, é preciso que a sociedade enxergue a educação como principal viés da sociedade. “A gente tá vivendo um momento da nossa história bastante conturbado. Às vezes, olhamos para o horizonte e não conseguimos enxergar caminhos para uma solução. A classe política, por ser uma classe de muita valorização da sociedade, que não deveria, e me entendam que não falo isso no sentido de estar desqualificando político, é porque se a gente entende que política é importante, precisamos entender que educação é importante, que religiosidade é importante, assim como tantos outros temas, mas a gente tem o costume, de sociedade capitalista, de hierarquizar conhecimento, e, por isso, a gente coloca alguns segmentos mais acima de que outros. Por isso, um projeto como esse é tão importante para a nossa sociedade, em que colocamos educação e cidadania em prática”, pontuou.

O prefeito Evandro Almeida, que não pôde estar presente ao encontro, por conta de agenda, foi representado pelo secretário da Educação Marivaldo do Amaral. Amaral citou o prefeito como um entusiasta do projeto ao mesmo tempo em que parabenizou a iniciativa da Câmara, colocando-se à disposição da Casa, no que tange a realização de parcerias que fomentem a prática da cidadania. “Esse é um dia muito importante para nossa cidade porque a Câmara está lançando a iniciativa de um embrião, que visa conscientizar o cidadão de São Francisco do Conde para o verdadeiro papel desta Casa, do Poder Legislativo nessa cidade. É uma ação louvável e quero parabenizar o presidente e todos os vereadores. Através dessa iniciativa está somando-se à Secretaria da Educação um papel no município de São Francisco do Conde que vai além de uma educação escolar. A escola não pode ser apenas o espaço dos livros, tem que ir além disso e esse caminho está sendo traçado. A ação da Câmara vem com o sentido de conscientizar o cidadão, começando a partir da criança e do adolescente. Há uma confusão no Brasil todo sobre a concepção do trabalho que o Poder Legislativo deve fazer numa cidade, não somente o municipal, mas também nos âmbitos estadual e federal, e, a melhor maneira de se enfrentar esses desafios é educando essa sociedade para que possam exercer a cidadania. Esse é o trabalho que a SEDUC tem buscado fazer diariamente com as pessoas que aqui estão. Parabenizo mais uma vez aos vereadores por estarem promovendo uma ação que se traduz na preservação da memória dessa cidade e no fortalecimento da história de São Francisco do Conde. A Câmara está cumprindo um papel que é dela mesma, de representar a cidade e promover educação e cidadania para os munícipes”, concluiu o secretário.