Momento histórico: Desfile cívico em homenagem à participação franciscana nas lutas pela Independência do Brasil na Bahia aconteceu na última sexta-feira (05) nas ruas de São Francisco do Conde

O Largo da Cubamba foi o ponto inicial de onde partiu o desfile cívico em homenagem à participação franciscana nas lutas pela Independência do Brasil na Bahia. Durante todo o percurso, um grande espetáculo a céu aberto, conduzido pelas escolas da Rede Municipal de Ensino, encantou os moradores do município, que saíam às portas de suas casas para apreciarem o ato histórico.

Os principais fatos que levaram à independência brasileira, da qual São Francisco do Conde teve uma participação intensa e decisiva, foram reconstruídos durante a rota do desfile, que se encerrou na Praça da Independência. Lá, deu-se os pronunciamentos das autoridades municipais. No ensejo, o historiador José Marcelo, integrante do Núcleo de Estudos sobre São Francisco do Conde, leu o roteiro que subsidiou as apresentações das escolas, destacando o protagonismo franciscano na conquista. 

São Francisco não será percebida apenas pela história local, mas como protagonista da história nacional e também da história mundial, porque o período áureo do açúcar será demonstrado e toda a sua opulência e riqueza, bem como os ideais iluministas que foram implantados aqui com a participação nas revoltas anticoloniais, especialmente a Revolta dos Alfaiates ou Conjuração Baiana, bem como sua relevância na libertação definitiva do Brasil do jugo português”, reiterou o professor José Marcelo. “Esse momento cívico, onde a história franciscana e o protagonismo franciscano estão sendo expostos, demonstra o quão poderosa é a educação, pois isso facilitará não só os educadores e os educandos, mas toda população a valorizar a grandiosa história franciscana”, completou.

Em sua fala, após saudar as autoridades presentes e agradecer o empenho de todas as secretarias da gestão Evandro Almeida, e em especial à equipe da Secretaria Municipal da Educação – SEDUC, pela realização do desfile, o secretário da Educação Marivaldo do Amaral afirmou que “neste momento, nós estamos reparando uma distorção histórica no município. Momento lindo e emocionante! Para mim, como professor de História, que conhece a história desta região, a rica e bela história de São Francisco do Conde, quando comecei a dar aula há 20 anos neste município, me incomodava ver uma cidade negando a sua história e celebrando a história escrita no Sudeste do Brasil”, disse.

As escolas deram um show de cidadania, de consciência crítica, de trabalho; trabalho este que acontece no dia a dia com as nossas crianças, futuros cidadãos franciscanos. Desde o início do ano, as nossas escolas estão trabalhando no Currículo Franciscano a verdadeira história de São Francisco do Conde porque o povo que conhece a sua história, com certeza, constrói um futuro melhor e diferente”, continuou o secretário Marivaldo. “O povo de São Francisco do Conde veio às ruas para conhecer a sua verdadeira história. Eu quero lhe agradecer, prefeito, pela oportunidade desta ousadia. Ousar mudar não é para muitos e VossaExcelência tem mostrado que está predestinado e tem sido firme desde o primeiro momento em que nós, em diálogo com os membros da Secretaria da Educação, apresentamos este projeto que visa reparar a história do povo de São Francisco do Conde, dando a ele o verdadeiro protagonismo”.

O presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Antonio Santos Lopes (Pantera), em um discurso fervoroso, conclamou a população a sempre acreditar naeducação como uma forma de ter autonomia. Ele também exaltou a importância do desfile e disse “que o povo se aproprie dessa história! Os poderes do povo estão em conhecer sua própria história de lutas e vitórias! Um futuro melhor se faz com educação e é assim que poderemos seguir com mais força e coragem de transformar a realidade!”.

O prefeito Evandro Almeida começou agradecendo a Deus e toda a equipe de seu governo pelo resultado excelente da ação. “Quero começar agradecendo o nosso Deus Pai, o Todo Poderoso, nesse dia tão lindo e abençoado! Agradeço também aos vereadores que sempre prestigiam a nossa festa e apoiam as nossas ações e saudar todos os secretários e, principalmente, todo o povo franciscano presente aqui hoje. Sem vocês abrilhantando esse momento, essa festa não teriaresultado que se esperava!”, registou.

Desde que aqui cheguei sempre quis ouvir o povo todo cantando o Hino de São Francisco do Conde. Precisamos valorizar a importância do nosso povo nas lutas pela independência brasileira! Toda sua equipe está de parabéns!”, reiterou o prefeito Evandro ao secretário da Educação. “Você vem fazendo um grande trabalho e vamos continuar, mesmo com toda dificuldade. Temos Deus e o povo de São Francisco do Conde do nosso lado! Vamos vencer, vamos lutar e fazer o melhor para o nosso povo e para a nossa cidade!”.

A participação das escolas e da comunidade no desfile

Daiane Souza, estudante do 7° ano no Centro Educacional Claudionor Batista – CECBA, declarou: “esse desfile cívico nos ajudou muito a aprender mais da história de nossa cidade. Vamos compreendendo mais dos fatos nos ensaios, na preparação, conhecendo mais detalhes”.

O que mais chamou a atenção de Daiane nos conhecimentos que obteve foi o fato de São Francisco do Conde ter tido tantos escravos, “batalhadores e fortes que ajudaram na independência brasileira”.

Naiara Fernandes, professora de História do CECBA, declarou que “os meninos vão conseguir trazer para a realidade deles todas essas informações, por exemplo: se não fossem os estados de resistência, essa independência não se realizaria”. Ainda segundo ela, “este é um momento de reflexão e de valorizaçãoda história da cidade contada pelo olhar dos nossos alunos, um processo que se concretizou construindo essa narrativa e mostrando à população esse protagonismo de São Francisco e do Recôncavo para o Brasil”.

Maria dos Santos mora próximo à Praça da Santa Cruz e acompanhou de perto todo o desfile. Encantada, declarou: “tudo lindo e maravilhoso!”.

Tia de Bárbara Vitória, aluna do CECBA, Ivone de Santana não sabia da importância de São Francisco do Conde nas lutas pela independência e agora reconhece esse valor devido ao desfile. “Nem sei dizer qual ala gostei mais, apenas que aprendi muito!”.

Os irmãos da comunidade quilombola do Monte Recôncavo, Carlos Rosário e Honorina Rosário, foram convidados especiais do desfile e representaram, em seus figurinos, a realeza africana. “É uma honra para a gente poder representar toda a beleza e altivez dos reis e rainhas africanos”,disse Carlos.

Com este desfile e grande ato cívico, devolvemos ao povo de São Francisco do Conde a sua própria história!”, declarou o secretário da Educação e professor de História, Marivaldo do Amaral. “Quero agradecer imensamente aos profissionais que fizeram esse grande desfile acontecer, sobretudo aos do Núcleo de Estudos São Francisco do Conde, que elaboraram todo o roteiro para as quatro escolas: os professores Jorge Tchuri e José Marcelo, membros do departamento pedagógico; assim como aos diretores e todas as suas equipes das quatro escolas de Ensino Fundamental Anos Finais: a professora Tatiane (CECBA), o professor Alcimar (Instituto), a professora Lélia (Cruz Rios) e a professora Ednalva (CEAS). Esses quatro gestores escolares, juntamente com suas equipes e os professores – cuja participação é importante enfatizar também – deram vida à história de São Francisco do Conde apresentada nas ruas da cidade e, portanto, em nome do nosso prefeito Evandro, eu não posso deixar de agradecer”,finalizou.