Muito estímulo e histórias de sucesso na aula inaugural do Pré-ENEM

Na noite da última segunda-feira (08), mais de uma centena de estudantes franciscanos lotaram o auditório do Pré-ENEM, onde aconteceu a aula inaugural deste curso intensivo oferecido gratuitamente pela Prefeitura de São Francisco do Conde, através da Secretaria Municipal da Educação – SEDUC. O objetivo do projeto é auxiliar os candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio a garantirem uma boa pontuação nas avaliações, a fim de acessarem o Ensino Público Superior.

As atividades da noite começaram com uma apresentação da dupla Jota K, formada pelos dançarinos Jhonny Dance e Kabal, que animou o público ao som do hip-hop. Na sequência, alguns convidados – ex-alunos da escola pública (com passagens pelo PREVESF e Pré-ENEM), que conseguiram adentrar a universidade – contaram suas histórias, estimulando os presentes a seguirem os mesmos passos, a fim de alcançarem seus objetivos.

Educação é poder. Ela nos transforma! Foquem na universidade pública, em especial na UNILAB, que está em nosso município e é nossa!”, salientou MarcosAlbertony, que estudou Artes Visuais na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB e hoje faz especialização em Arte Educação, na Universidade Federal da Bahia – UFBA.

Débora Trindade, que cursa Bacharelado em Humanidades, na UFBA, disse que “a Seduc me ajudou em todo o meu percurso. Sempre fui estudante de escola pública e, por conta da secretaria, pude me formar. Fiz estágio no Departamento de TI”. A respeito do curso gratuito oferecido pela gestão municipal, ela contou que “por ter feito parte do Pré-ENEM no ano passado, consegui fazer uma prova muito boa e ingressar na UFBA. Os professores falavam com linguagem jovem, muito preparados, e conseguiram nos passar uma forma boa de fazer a Redação. O Enem é um momento estressante e a gente precisa manter a calma na prova, pois o futuro é muito amplo. Não devemos colocar tudo em uma prova, mas enxergá-la como uma oportunidade de entrar no Ensino Público Superior”.

Presente à mesa de abertura, juntamente com o prefeito Evandro Almeida, estiveram o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Antônio Santos Lopes (Pantera) e o secretário da Educação Marivaldo do Amaral, além da diretora do Campus dos Malês da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira – UNILAB, Mírian Sumica, que citou o escritor José Saramago para falar a respeito da importância dos sonhos. “Quando vejo essa sala cheia, vejo muitas vontades de voar para o desenvolvimento, a cidadania e a inclusão. A mudança de vida é possível por causa de gestores preocupados e pelas políticas progressistas de acesso ao Ensino Superior. A universidade tem que ser um espaço inclusivo, como é a nossa UNILAB”. A professora Míriam continuou dizendo que acredita no Pré-ENEM “porque conheço um pouco das pessoas que estão tocando esse projeto. Estamos à disposição para apoiar no que precisarem. É possível que a gente reescreva a nossa história agarrando as oportunidades”.

O vereador Antônio Santos Lopes (Pantera) contou a todos sua história pessoal. Ele veio de uma família muito humilde e dos 11 aos 22 anos sobreviveu vendendo caranguejo em Salvador. “A vida é feita de escolhas e por isso busquei dar um salto na minha qualidade de vida. Eu comecei a me dedicar firmemente ao meu objetivo. Antes eu era um patinho feio, todos me discriminavam”, disse. “O mundo hoje oferece muitas possibilidades, mas é preciso escolher. Se eu consegui, qualquer um de vocês pode chegar. Entrei na faculdade em 2014 e me dediquei muito. Durante cinco anos, só perdi quatro dias de aula. Quem tem conhecimento tem poder e vocês têm tudo para ter conhecimento, poder e vida social equilibrada! Agarrarem esse momento como uma oportunidade única. Abdiquem um pouco das festas e do celular para ter o futuro que quiserem e contem com o poder público de São Francisco do Conde!”.

Em sua fala, o secretário da Educação Marivaldo do Amaral reforçou o quão é importante a dedicação aos estudos para a transformação de vida, lembrando que o símbolo da borboleta, marca da SEDUC, carrega este sentido. Ele iniciou sua fala pedindo uma salva de palmas para os próprios estudantes “porque vocês estão ousando ter um futuro diferente! Quando as inscrições para o Pré-enem foram abertas, nós tivemos um número que superou as nossas expectativas e vocês foram, pelo perfil e pela trajetória, selecionados para estarem aqui. Vocês saíram do lugar onde estavam para buscar uma melhoria de vida, mas poderiam ter ficado acomodados. Vocês devem aproveitar essa política pública do município de São Francisco do Conde para alçarem voos em um caminho diferente”, disse.

Quando o prefeito Evandro me convocou para assumir a Secretaria da Educação, ele me deu várias missões, como reformular o modelo do antigo PREVESF, que, embora tivesse dado certo durante duas décadas, já estava ultrapassado para a realidade atual, pois o mundo mudou, assim como a forma de acesso ao Ensino Superior. Hoje, com o Pré-ENEM, vocês estão acessando o que há de melhor na Bahia, esta é uma oportunidade que poucas cidades oferecem aos seus munícipes e é por isso que eu digo a vocês para abraçarem essa oportunidade. Sigam o caminho de vocês construindo uma vida de autonomia. E este caminho para uma vida melhor passa pelo estudo!”, concluiu o secretário.

O prefeito Evandro Almeida contou que seu pai era vendedor de artesanato e lhe disse que a única coisa que podia dar a ele era a educação. “Então, fui estudar no Colégio Central e depois passei em Engenharia na UFBA. Mais tarde, já como engenheiro, fui convidado para ser secretário no governo de Osmar Ramos”. Continuando, o prefeito disse que foi eleito para poder oferecer o melhor para o povo de São Francisco do Conde. “Aproveitem essa oportunidade! Estamos dando todo o apoio e resta a vocês se esforçarem para mudarem de vida e serem o que vocês quiserem ser!”.

Dheison Conceição Lopes tem 19 anos e já estuda Eletromecânica no Instituto Federal da Bahia – IFBA, mas pretende tirar uma boa nota no ENEM, para chegar aos 800 pontos e poder fazer Engenharia Mecânica na UFBA. “Quero trabalhar na indústria, de preferência fora do país”, aspirou. Já Islane Santos Pereira estudou na Escola Estadual Martinho Salles, tendo concluído em 2017. Ela quer estudar Pedagogia, pois sonha um dia ser professora, inspirada pela irmã, Ivanice, que é vice-diretora em uma escola de Campinas. “Acho que o Pré-ENEM vai me ajudar a aprender mais. Quero tirar uma nota boa no exame para poder ganhar uma bolsa de estudo”.

Veida Gabriela está na dúvida entre Veterinária e Pedagogia. “Veterinária porque sou apaixonada por animais e Pedagogia porque acredito que a área da Educação é bem ampla e dá para atuar de várias formas”. Morador da Pitangueira, com 24 anos de idade, Walisson Luís Teles terminou o Ensino Médio em 2014 e, de lá para cá, já tentou o ENEM duas vezes. “Esse ano quero estudar mais para, se Deus permitir, cursar uma universidade pública! Sem sombra de dúvidas o curso vai me ajudar porque vou chegar na prova já sabendo o conteúdo, não vou mais ficar me batendo nos assuntos. O Pré-ENEM, acredito que vai me nivelar com quem está estudando nas escolas particulares”, afirmou Wallison, que quer fazer Relações Públicas, “um curso da área de Comunicação, que eu gosto”.

A grande dica dada por Genivaldo Mascarenhas, diretor geral do Análise, empresa responsável pelas aulas do Pré-ENEM, é estudar todos os dias. “Vamos dar a vocês 100 dias letivos com 400h/aula. Isso é suficiente, se vocês estudarem e fizerem a parte de vocês. O que queremos é que vocês entrem na universidadepública! A disciplina representa 50% no resultado do processo de ensino e aprendizagem. É preciso chegar no horário sempre! Em todo espaço de tempo que tiverem, vocês devem estudar!”. Ele também informou que os 50 melhores colocados no Simulado do Pré-ENEM farão um city tour em Salvador, para uma aula de campo pelo reconhecimento de mérito. “É preciso pensar grande e sonhar. Vocês merecerem! Vamos realizar essa grande aprovação?”.

Por fim, foi dado o passo a passo aos estudantes de como acessarem o sistema virtual Ético, uma ferramenta a mais de estudos, atualizada com os materiais da Base Nacional Comum Curricular – BNCC.