Orgulho franciscano: estudante da Escola Arlete Magalhães é finalista no Concurso para Escritores Escolares da Fundação Pedro Calmon

Desbancando cerca de 1.200 inscritos, oriundos de todas as partes da Bahia, a franciscana Maria Clara dos Santos Barbosa é uma das finalistas, na categoria poesia, do Concurso para Escritores Escolares, da Fundação Pedro Calmon. O título do seu poema que conquistou o júri é Pele Negra.

Fiz o poema pensando no povo negro, que sempre sofreu muito. Aí, escrevi que o branco tinha mais possibilidade do que o negro. Vejo muito preconceito na rua e até mesmo na escola. Sou negra e sei que somos todos iguais, mas tem pessoas que acham que somos diferentes”, declarou a estudante.

Aluna do 4° ano B da Escola Arlete Magalhães (antiga CEJAL), Maria Clara tem 10 anos de idade. “Estou muito feliz. Sempre que a diretora Rosa chegava na escola eu perguntava se já tinha saído o resultado do concurso”, disse a aluna cheia de emoção.

A gestora da unidade escolar, Rosane da Anunciação Conceição, deu a notícia de que Maria estava entre as três primeiras colocadas do concurso, logo após citá-la como exemplo de bom comportamento na sala de aula.

O local e a data da cerimônia de premiação, que anunciará os nomes dos primeiros, segundos e terceiros colocados, ainda não foram divulgados. A premiação de cada categoria, sim:

1º lugar: um tablet + um kit contendo 50 (cinquenta) livros + um pôster ilustrado em tamanho A2 do texto selecionado;

2º lugar: um leitor de e-book + um kit contendo 40 (quarenta) livros + um pôster ilustrado em tamanho A2 do texto selecionado;

3º lugar: um kit contendo 30 (trinta) livros + um pôster ilustrado em tamanho A2 do texto selecionado.

O concurso é uma iniciativa da Diretoria do Livro e da Leitura da Fundação Pedro Calmon – instituição vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Sua finalidade é estimular a prática da escrita criativa entre estudantes do Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano) e II (6º ao 9º ano), além do Ensino Médio e Médio Técnico.

Na edição de 2017, os alunos Kauã Araújo Lima (Escola Municipal Lícia Maria Alves Pinho) e Natan Bessa Fonseca (Escola Municipal Arlete Magalhães) também listaram entre os finalistas do concurso. Além disso, a Secretaria da Educação de São Francisco do Conde, representada pelo secretário Marivaldo do Amaral, foi homenageada pela sua ampla participação no concurso.