Pré-Natal Odontológico: Saúde bucal da gestante e do recém-nascido é tema de capacitação

Na quarta-feira, 10 de abril, a Secretaria da Saúde – SESAU, de São Francisco do Conde, reuniu seus profissionais dentistas e auxiliares de Saúde Bucal – ASBs, com o objetivo de chamar a atenção para atuação dessas categorias no pré-natal odontológico das gestantes. A ação aconteceu nas salas de capacitação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico – SEDEC.

O objetivo dessa atividade, promovida pela coordenação de Saúde Bucal do município, é ofertar mais saúde e bem-estar as gestantes, bem como um pré-natal e acolhimento mais qualificados e humanizados. O Pré-Natal odontológico é uma das ações preconizadas pela Rede Cegonha.

Na gravidez, o organismo da gestante passa por uma grande variação hormonal – o que promove importantes alterações relacionadas à cavidade bucal. Entre elas, estão gengivite, a hipossalivação e os enjoos matinais – que dificultam a higiene bucal. Tais alterações podem aumentar a incidência de cárie e desenvolver doença periodontal.

Bons hábitos de higiene bucal e uma alimentação saudável são pontos de partida para uma gestação segura.

A palestra para os dentistas foi ministrada por Taíse Franca, especialista em Periodontia e Saúde da Família FESFSUS/Friocruz e preceptora de Odontologia das Residências Integradas de Medicina de Família e Comunidade e Multiprofissional em Saúde da Família.

Na segunda sala, que esteve foi Geovane Bonfim, cirurgião dentista formado pela UFBA e fisioterapeuta (FTC), especialista em Saúde da Família – UFMA – UNA/SUS, delegado regional do CROBA, professor de cursos técnicos para ASB. “Capacitar os profissionais para o Pré-Natal odontológico é fundamental, visto que eles têm tanta importância quanto às demais etapas de cuidado e profissionais que atendem a gestante neste período”, revelou o cirurgião dentista.

As gestantes ficam mais propensas a problemas periodontais que, quando não diagnosticados no tempo certo e tratados, podem estar associados ao nascimento prematuro e ao baixo peso neonatal, por isso neste período é de extrema importância o atendimento odontológico”, frisou o coordenador de saúde bucal do município, Robson Tunes.

A Rede Cegonha é uma estratégia do Ministério da Saúde que visa implementar uma rede de cuidados para assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo e a atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério (pós-parto), bem como assegurar às crianças o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudáveis.

Esta estratégia tem a finalidade de estruturar e organizar a atenção à saúde materno-infantil no país.

São os componentes da Rede Cegonha: Pré-natal; parto e nascimento; puerpério e atenção integral à saúde da criança.