Prefeito empossa representantes do Conselho Municipal de Direitos da Mulher

Tomaram posse na última terça-feira (08), no Gabinete da Prefeitura, as representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, biênio 2019/2021. O órgão irá atuar junto ao Executivo Municipal em todas as políticas públicas voltadas para o gênero. Ao todo foram empossadas 24 conselheiras, de dois segmentos: sociedade civil organizada e representantes de órgãos governamentais.

A ação, que foi realizada pela Prefeitura de São Francisco do Conde, através da Secretaria Municipal de Direitos Humanos, Cidadania e Juventude (SDHCJ), contou com a presença do prefeito Evandro Almeida, do vice-prefeito e secretário de Governo, Carlos Alberto Bispo Cruz (Nem do Caípe), acompanhado da sua esposa, Leila Costa, da secretária de Direitos Humanos, Cidadania e Juventude, Luciana Araújo, da assistente técnica da Secretaria de Políticas das Mulheres do Estado da Bahia (SPM), Milena Passos, da secretária de Desenvolvimento Econômico, Ana Christina Oliveira, do secretário de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, Renato Costa Rosa, do secretário de Desenvolvimento Social e Esportes, Aloísio Oliveira, da secretária de Planejamento, Silmar Carmo, da secretária de Turismo, Ússula Flávia, do secretário de Gestão Administrativa, Lourival Rodrigues, da chefe de Gabinete, Ana Cristina Marques, do ouvidor geral do município, Alberto Jorge Mattos (Beto Maria), além de superintendentes e assessores municipais.

Após tantos anos de luta, hoje conseguimos tirar do papel esse importante Conselho dos Direitos da Mulher. Quero dizer a todas vocês que o trabalho é difícil, é árduo, mas temos que ir à luta com todo o apoio possível, vamos pedir o apoio também das polícias Militar e Civil nessa aguerrida missão. No que depender da gestão vamos continuar unidos junto às mulheres franciscanas guerreiras”, enfatizou o prefeito de São Francisco do Conde, Evandro Almeida, que, em seu pronunciamento, também parabenizou o trabalho que vem sendo feito pela Secretaria de Direitos Humanos, Cidadania e Juventude e toda a sociedade civil que participou ativamente dessa construção.

Nessa perspectiva histórica para as mulheres franciscanas, a secretária de Direitos Humanos, Cidadania e Juventude, Luciana Araújo, ressaltou os desafios enfrentados para a consolidação do conselho. “Desde o ano de 2010 que eu participo dessa construção e de lá pra cá foram feitas duas reformulações. Fica explícito alguns desafios que enfrentamos para estarmos aqui hoje, seja na dificuldade de nos reunirmos ou até mesmo de nos identificarmos. É importante que estejamos empoderadas, de acordo com a nossa realidade, enquanto mulheres e suas especificidades. Neste momento tão importante aqui estão presentes gestoras de diversas secretarias municipais, isso significa muito, pois precisamos cada vez mais trabalhar unidas e entender que a outra é o nosso espelho. Trata-se de uma realização, pois temos várias representações dentro desse conselho e, de fato, esperamos conseguir efetivar as políticas para as mulheres dentro do nosso município. Agradeço a todos, ao prefeito Evandro Almeida pela sua sensibilidade em entender a dimensão desse conselho, ao vice-prefeito e secretário de Governo, Nem do Caípe, a todos os secretários municipais, a minha equipe que trabalha incessantemente nessa luta e a sociedade civil que participou ativamente desse processo de construção que vem para fortalecer todas as mulheres franciscanas”.

Dentre as funções do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (COMDIM) estão o de propor e fiscalizar as políticas públicas municipais dirigidas às mulheres, com a finalidade de acompanhar, avaliar, monitorar tais políticas e ações, bem como indicar diretrizes para a política municipal de promoção da igualdade de raça, etnia e o combate a toda e qualquer forma de discriminação contra a mulher.

O vice-prefeito e secretário de Governo, Carlos Alberto Bispo Cruz, em seu pronunciamento, declarou: “acredito que essa gestão seja a que mais abriu espaço para as mulheres. O trabalho desse conselho é de suma importância no combate às violências contra as mulheres. É preciso envolver e agregar cada vez mais as mulheres de todos os bairros do nosso município. Estaremos sempre à disposição nessa luta para ajudar na efetivação e garantia dos Direitos das Mulheres”.

A assistente técnica da Secretaria de Políticas das Mulheres do Estado da Bahia (SPM), Milena Passos, que também participou da cerimonia, enalteceu a importância do momento.  “Esse é um dia histórico para o município de São Francisco do Conde e eu tenho certeza que esse conselho será de luta, pois tem mulheres que sofrem violência e não têm coragem de denunciar. É nesse sentido que o conselho precisa atuar, no encorajamento e empoderamento dessas mulheres”.

Também sobre a atuação do conselho, a representante da sociedade civil, Eliene Ramos, abordou a sororidade entre as mulheres. “É preciso formar uma rede de mulheres para sermos um dominó, pois o que acontece com uma torna-se espelho para outra. Precisamos sempre trabalhar em cima de políticas públicas para tornar as nossas vidas mais seguras”.

Confira todas as conselheiras empossadas através do link (https://www.acessoinformacao.com.br/ba/saofranciscodoconde/wp-includes/ExternalApps/downloader.php?hurl=aHR0cDovL2RvZW0ub3JnLmJyL2JhL3Nhb2ZyYW5jaXNjb2RvY29uZGUvYXJxdWl2b3MvZG93bmxvYWQvYzMxMDg2MGQyN2FlMDhlOTUyYzZiNGMzYmEzNDMwZjYvRE9FLWJhX3Nhb2ZyYW5jaXNjb2RvY29uZGUtZWQuMTIxMy0xLWFuby4xMy5wZGY%3D) disponível no Diário Oficial do Município.