Prefeitura assinou Termo de Compromisso para Ampliação e Adequação da Policlínica Regional de Saúde, em solo franciscano

Na manhã do dia 03 de outubro de 2018, a comunidade franciscana se reuniu com autoridades municipais, como o prefeito Evandro Almeida e o vice-prefeito, Carlos Alberto Bispo Cruz (Nem do Caípe); além de autoridades estaduais, como o secretário de Saúde Fábio Vilas-Bôas e os prefeitos de municípios circunvizinhos para, juntos, participarem do ato de assinatura do Termo de Compromisso para Ampliação e Adequação das futuras instalações da Policlínica Regional de Saúde, em solo franciscano.

Durante a assinatura, o prefeito de São Francisco do Conde, Evandro Almeida, agradeceu aos parceiros que vão trazer progresso para a região, a exemplo do Governo do Estado, através da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia – SESAB, e aos municípios da região que também serão beneficiados através da Policlínica. “Eu tinha o sonho de entregar a Policlínica Municipal à comunidade e fiquei muito feliz quando o Governo do Estado sugeriu que o projeto fosse ampliado para atender também a todas as sete cidades da região, incluindo São Francisco do Conde, através de um consórcio. Vamos cobrar ainda mais e fazer ainda mais pela saúde dos nossos munícipes e da nossa região”.

Com a assinatura, a Policlínica construída pelo município será ampliada em sua estrutura física e capacidade de atendimento, elenco de exames e especialidades médicas, de forma a atender também os municípios de Candeias, Madre de Deus, Saubara, Santo Amaro e São Sebastião do Passé.

 As Policlínicas Regionais de Saúde estão mudando a realidade da assistência de Média e Alta Complexidade na Bahia. Elas estão sendo construídas em locais estratégicos no interior do estado, possibilitando descentralizar a assistência, regionalizar o atendimento ao cidadão, que passa a ter acesso aos serviços perto de casa, sem precisar se deslocar longas distâncias ou aguardar tempo excessivo para o atendimento.

A secretária da Saúde do município de São Francisco do Conde, Eleuzina Falcão, frisou a sua alegria em entregar a comunidade algo além daquilo que foi prometido. “É com imensa alegria que nós, enquanto gestão municipal, estamos aqui reunidos comemorando a assinatura da ordem de serviço que entregará à comunidade franciscana algo muito maior do que sonhamos para o nosso município. Sem dúvidas, a ampliação da Policlínica que, a partir de hoje será Regional, representa um dos grandes marcos desta gestão. O conjunto de especialidades que a Policlínica Regional traz é um salto na qualidade de vida para toda região, pois a Policlínica permitirá que tenhamos mais de 20 especialidades e diversos exames à disposição da nossa população e região, todos os dias da semana, a exemplo de tomografia computadorizada, ultrassonografias, MAPA, HOLTER, colonoscopia, entre outros. Gostaria de agradecer a confiança no trabalho da equipe e dizer que estamos trabalhando para garantir um melhor serviço à comunidade franciscana e, graças ao Governo do Estado, estamos ampliando o acesso da população“.

Para viabilizar as Policlínicas e o atendimento regional, foram criados os Consórcios Interfederativos de Saúde, que administram as unidades. Nos consórcios, municípios de uma mesma região se juntam para ratear os custos com a assistência, de acordo com a população de cada cidade.

Nem sempre os postos de saúde conseguem ter resolutividade imediata, pois os médicos precisam de exames mais completos para fechar um diagnóstico e esses exames não estão disponíveis na cidade ou estão, mas a gestão municipal assume um preço muito alto para manter o serviço. Hoje, nós temos funcionando 19 máquinas de ressonância para o SUS, essa é uma grande conquista para o povo. As Policlínicas vêm para oferecer para Saúde Básica a complementação que elas precisam com diversas especialidades e exames. Custear esse serviço é caro para um município e manter esses equipamentos também. Por isso, criamos o Consórcio de Saúde e unimos os municípios por região de saúde. Deste modo, 40% do custo é pago pelo Governo do Estado. Essa Policlínica instalada em São Francisco do Conde vai ser ampliada e adequada para incluir serviços de Alta Complexidade que só poderiam ser encontrados em redes privadas. Todos que precisam desses serviços serão bem atendidos e trazidos confortavelmente para a Policlínica”, esclareceu o secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Bôas.

O Termo de Compromisso para Ampliação e Adequação da Policlínica Regional de Saúde foi assinado pelo prefeito de São Francisco do Conde, Evandro Almeida, pelo secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, pela secretária de Saúde de São Francisco do Conde, Eleuzina Falcão, e pelo Sr. Renato Martinez – responsável pelo contrato da empresa “CS Construção e Empreendimentos”, que fará a obra de ampliação e adequação da Policlínica.

Até o momento, já estão em funcionamento oito policlínicas regionais: são as de Valença, Teixeira de Freitas, Guanambi, Irecê, Jequié, Feira de Santana, Alagoinhas e Santo Antônio de Jesus.

 Contratação de pessoal

A contratação de trabalhadores para atuar nas Policlínicas é feita por meio de seleção pública ou simplificada, realizada por instituições que possuem muita experiência na realização de processos seletivos do tipo.

Os editais ficam mais de um mês publicados e com inscrições abertas. A divulgação acontece de forma ampla, em veículos de comunicação e nas redes sociais. A contratação é feita via CLT pelo Consórcio de Saúde de cada região em que a unidade está sendo construída.