Sábado Formativo na rede municipal de ensino

Último sábado de formação continuada do ano corrente e penúltimo do ano letivo, promovido pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento das Cidades – IBRADESC, fez parte da maratona de atividades da Educação, no sábado (02), que contou ainda com o I Seminário de Educação Infantil Brincatelier: Brincantes no Território das Infâncias e a abertura do curso de Licenciatura em Pedagogia pelo Polo de Apoio Presencial de São Francisco do Conde. Os dois primeiros eventos aconteceram na Escola Arlete Magalhães (antigo CEJAL) e o lançamento do curso foi realizado na Câmara de Vereadores do município.

A Formação Continuada dos Profissionais da Educação realizada pelo IBRADESC foi direcionada para coordenadores pedagógicos, professores e gestores do G2 – Ensino Fundamental I e Educação de Jovens e Adultos I e do G3 – Ensino Fundamental. A formação do G2 foi conduzida pela professora Me. Andreia Mattos e pelo professor Me. Marcos André Queiroz Lima, que abordaram a temática Avaliar para ensinar melhor, enquanto o G3 contou com a presença da professora Esp. Rosana Rios, responsável pela temática Avaliação de desempenho x Avaliação da aprendizagem.

De acordo com Rosana Reis, supervisora pedagógica do IBRADESC, “a formação continuada de professores, além de ser um forma de valorização dos profissionais da educação, concorre para o asseguramento de práticas pedagógicas que favorecem aprendizagens significativas, que é o foco das formações do IBRADESC. Deste modo, os possíveis hiatos entre a graduação e a sala de aula são preenchidos, já que, muitas vezes, nesta fase de formação docente, privilegia-se o academicismo, em detrimento das vivências de sala de aula”. Ela ainda explicou que “a consolidação de práticas de ensino significativas, por sua vez, implicará aprendizagens capazes de elevar os índices de aprovação dos estudantes e a consequente melhoria do IDEB”.

Um dos principais pontos do Projeto Voar – o plano estratégico da Secretaria Municipal da Educação de São Francisco do Conde – é a garantia da qualificação  constante de seus profissionais, o que vem ocorrendo ao longo do ano e cujos reflexos já são visíveis no desempenho dos estudantes em sala de aula. De acordo com Marivaldo do Amaral, secretário da Educação “não há outro caminho mais eficiente para alcançarmos a alta qualidade em educação, se não for pela formação continuada de professores como uma das principais estratégias. Na formação continuada, o nosso professor, que já tem a elevada formação acadêmica na sua especialidade, aprende mais das estratégias didático-pedagógicas. Isso enriquece o ambiente de aprendizagem e torna as aulas mais prazerosas.”