Saúde promoveu capacitação de condutores de ambulância, por meio da Vigilância em Saúde do Trabalhador – VISAT

Nesta quinta-feira, 21 de maio, a Secretaria Municipal da Saúde – SESAU, por meio da Vigilância em Saúde do Trabalhador – VISAT, promoveu, mais uma vez, orientações para motoristas de ambulâncias. Essa capacitação alertou quanto ao uso correto de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), tendo em vista instruir os novos profissionais que passaram a integrar a equipe. A capacitação também foi reforçada para os motoristas que já atuam no Hospital Célia Almeida Lima. O objetivo foi alertar quanto ao uso correto e consciente dos insumos de proteção individual, bem como o descarte apropriado desse material, tendo em vista o contexto da pandemia.

Nesse contexto de pandemia, esses profissionais precisam ter conhecimentos em biossegurança para evitar a contaminação. O uso correto dos equipamentos de proteção individual (EPI) é uma excelente barreira primária de prevenção da contaminação por microrganismos, incluindo o novo coronavírus, assim como a higienização das mãos. “Na verdade, não basta apenas dar os equipamentos de proteção, o principal é você dar ao trabalhador conhecimento. Por isso, é tão importante uma boa formação para o trabalhador exposto em um momento como esse”, frisou o enfermeiro Alex Paulilo.

A VISAT também alertou quanto às boas práticas de higiene e o consumo consciente dos insumos, atendendo assim as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde), no que se refere ao enfrentamento da COVID-19. As discussões também foram estendidas a direção defensiva e cuidados de saúde, além da biossegurança dos condutores.


A Secretaria da Saúde e os departamentos de Vigilância em Saúde visam continuamente ofertar ações de educação em saúde para minimizar os impactos e danos na saúde dos colaboradores em diversos contextos de laboro. Desde o início da pandemia, a VISAT vem articulando diálogos pedagógicos com toda força de trabalho da saúde e secretarias parceiras acerca do uso e descarte dos EPIs.