Secretária municipal da saúde explica ações da gestão municipal em enfrentamento ao novo coronavírus (COVID-19)

O mundo tem acompanhado a pandemia por um novo tipo de coronavírus, que está matando pessoas e deixando outros milhares doentes. Diante desse cenário, as organizações governamentais, laboratórios e comunidades afora iniciaram uma corrida contra o tempo, na tentativa de conter os avanços da doença e encontrar uma cura que possa salvar as vidas humanas.

A Prefeitura Municipal de São Francisco do Conde, visando a preservação da saúde e vida humana, bem como em cumprimento com sua responsabilidade social, se une a essa causa com  medidas que vão desde a suspensão de aulas nas escolas públicas e privadas, que passaram a vigorar já na terça-feira (17), até a suspensão de atividades coletivas com grande concentração populacional.

A gestora da saúde, Eleuzina falcão, listou diversas medidas que estão sendo adotadas pela gestão municipal, entre elas:

Ø   Na área hospitalar, realizamos treinamento das equipes em manejo clínico, bem como nas portas de entrada de urgência e emergência: Hospital e Pronto Atendimento de Muribeca;

Ø  Suspendemos o atendimento ambulatorial, visando melhorar o acesso e a escuta aos pacientes na emergência e abrir espaço para áreas de isolamento; 

Ø  Estamos fazendo o controle rigoroso de entrada no hospital, apesar de não haver casos notificados;

Ø  Preparamos a equipe para monitorar redes sociais em busca de informações falsas e responder a essas dúvidas;

Ø  Capacitação da equipe da Viverde, empresa responsável pelos serviços de limpeza e higienização nos setores públicos do município, ensinando a melhor forma de fazer a desinfecção de locais com maior risco;

Ø  Também orientamos os comerciantes, através da Câmara de Dirigentes Lojistas;

Ø  Estamos monitorando os atendimentos no Hospital Célia Almeida Lima e evitando as visitas ao pacientes internados;

Ø  Já suspendemos as aulas na rede municipal e particular de ensino;

Ø  Orientamos pessoas com mais de 60 anos, gestantes e com imunidade baixa, que devem trabalhar em esquema de home office (em casa);

Ø  Criamos um Comitê de Gestão e Monitoramento de Crise para estar atento ao coronavírus, com apoio das secretarias da Saúde, Educação, Governo, Desenvolvimento Social e Esportes, visando um conjunto de ações, entre elas o aumento de transporte disponível, insumos e pessoal de limpeza para dar retaguarda às ações de saúde neste período; 

Ø  Reorganizamos a rede para garantir as medicações de pacientes com mais de 60 anos, evitando aglomerações para pegar medicações de uso contínuo; 

Ø  Já soltamos notas técnicas sobre o coronavírus e publicamos um decreto orientando a gestão e a comunidade;

Ø  Nos finais de semana, as equipes estão trabalhando na vigilância de possíveis casos suspeitos. 

Ø  A vacinação contra gripe, que começa na segunda-feira, dia 23, será feita casa a casa para os idosos; 

Ø  Todas as equipes de saúde estão funcionando, no entanto estamos reduzindo o número de atendimento diários para evitar aglomerações. 

A secretária da Saúde frisou que pacientes oncológicos e que fazem hemodiálise estão tendo assegurados seu tratamento fora do domicilio.

A gestora também esclareceu que há o alinhamento com o governo do estado no sentido de encaminhamento de pacientes para serviços de referência na capital e lembrou que o estado está investindo na ampliação de leitos neste momento de crise.

Como orientação de saúde para população franciscana, a gestora Eleuzina Falcão lembrou que a medida mais eficaz em todo mundo no controle ao novo coronavírus é o isolamento social. As pessoas com mais de 60 anos devem ficar em casa e evitar o contato.

A população só deve procurar o hospital em situação de emergência, como os casos de gripe forte, com febre, dificuldade de respirar ou histórico de contato com pessoas doentes.

A sociedade precisa se unir como um todo para proteger a população mais vulnerável e para proteger a cidade e, por fim, ela pediu às pessoas que não compartilhem notícias falsas, que não são de fontes oficias como Ministério da Saúde e Secretaria Estadual da Saúde.

“Diante da situação grave que estamos vivendo, ainda há pessoas colocando em grupos mentiras de que são moradoras do município e tiveram exame confirmado. Deslocamos nossas equipes e quando averiguamos descobrimos ser uma página falsa na internet. Isso é crime de saúde pública! Estamos unidos enquanto gestão municipal em prol da saúde da população”, esclareceu.  

Acesse aqui: Decreto Municipal http://pmsaofranciscodocondeba.imprensaoficial.org/pub/prefeituras/ba/saofranciscodoconde/2020/proprio/1491.pdf