TCM aprovou na última quarta (27) as contas de São Francisco do Conde do exercício 2014

contas aprovadas1

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) aprovou em sessão na última quarta-feira (27) as contas da Prefeitura de São Francisco do Conde, exercício de 2014, da responsabilidade de Rilza Valentim de Almeida Pena (in memoriam), referente ao período de 01/01 a 24/07, e Evandro Santos Almeida, período de 28/07 a 31/12. O relator do parecer foi o conselheiro Fernando Vita.

Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) aprovou em sessão nas contas da Prefeitura de São Francisco do Conde, Por conta disso, nesta quinta-feira (29) o prefeito Evandro Almeida reuniu os servidores no auditório da Secretaria Municipal da Fazenda (SEFAZ), juntamente com o secretário Marivaldo do Amaral e o controlador do município, Alexandro Buri, para falar sobre o assunto e agradecer o empenho de toda a equipe.

Para gente é uma sensação de muita alegria e satisfação. Termos a segurança de que nosso trabalho está sendo feito com muito comprometimento e dedicação. Estamos e vamos continuar no rumo certo. É muito importante também parabenizar a toda equipe envolvida nesse processo, por toda dedicação. Nosso objetivo é prestar o melhor atendimento a nossa população e com responsabilidade”, destacou o prefeito Evandro Almeida.

Tribunal de Contas dos Municípios aprovou em sessão as contas da Prefeitura de São Francisco do CondeO secretário da Fazenda e Orçamento, Marivaldo do Amaral, ressaltou que essa aprovação é “sinal de que continuamos avançando enquanto município, como fortalecimento da gestão municipal, da gestão técnica de São Francisco do Conde. Isso significa que estamos caminhando cada vez mais rumo a legalidade da gestão do dinheiro público. E o que me deixa muito feliz é que a gente percebe que São Francisco do Conde, depois de um histórico de alguns anos de contas rejeitadas, processos diversos junto ao Tribunal de Contas, Polícia Federal e Ministério Público, de 2009 pra cá começa a ter um avanço; prova disso que das últimas contas tivemos 5 aprovadas, uma delas com duas rejeições, mas rejeições pautadas em princípios que eles questionaram o tamanho do gasto e não da ilegalidade. E isso pra gente é sinal de muita felicidade. Eu queria agradecer a essa equipe técnica que a gente sabe que no dia a dia são as pessoas que fazem acontecer”, finalizou.

O controlador do município, Alexandro Buri, também falou sobre o assunto. “O conselheiro relator sinalizou de forma muito clara que os próprios pareceres dos anos anteriores, quando você pega a série histórica, apontam para uma evolução da gestão. Tem um histórico de rejeição de aprovação com multas maiores e esse ano na sessão foram sinalizadas pouquíssimas ressalvas, o que acabou gerando de fato a aprovação, ainda com ressalva, mas dito pelo relator com todas as letras que é visível que a gestão está evoluindo. Então, é continuar com esse esforço para que tenhamos em breve uma aprovação sem ressalvas”, disse.