Uma aula sobre Educação Integral no primeiro dia da Jornada Pedagógica 2018

Cerca de 1.000 pessoas lotaram o auditório 2 de Julho na abertura da Jornada Pedagógica 2018. Realizada pela Prefeitura de São Francisco do Conde, através da Secretaria Municipal da Educação – SEDUC, a Jornada, cujo tema é Historiar: caminhos, leituras e faces de um povo, é o marco do ano letivo.

As Meninas Cantoras, coral formado por alunas da Rede Municipal de Ensino, emocionou o público na acolhida inicial, interpretando canções como a clássica Aleluia e Ciranda Cirandeira.

Mesa de abertura

A mesa de abertura da Jornada Pedagógica 2018 foi formada pelo prefeito Evandro Almeida, o vice-prefeito e secretário de Governo Carlos Alberto Bispo Cruz (Nem do Caípe), o presidente da Câmara de Vereadores Venilson Souza Chaves (Cravinho), o secretário da Educação Marivaldo do Amaral, o presidente da APLB Dielson Juvêncio dos Santos, o presidente do SINDSEFRAN Eduardo Alves, a presidente do Conselho Municipal de Educação Josaíra Xavier, o coordenador do curso de Pedagogia da UNILAB Pedro Leiva, além da diretora pedagógica da SEDUC, Cristiana Ferreira e o representante estudantil Natan Bersa.

O jovem Natan recitou seu poema premiado no Concurso de Escritores Escolares da Fundação Pedro Calmon, arrancando aplausos da plateia.

Anfitrião do evento, o secretário da Educação Marivaldo do Amaral era só agradecimentos. “Eu quero agradecer, senhor prefeito, a essa equipe que o senhor me possibilitou coordenar, que trabalha diuturnamente em prol da educação de qualidade. Agradecer a todas as secretarias que ajudam a girar essa engrenagem que beneficia toda a nossa população. Agradecer a presença da professora Jaqueline Moll, o tema da sua palestra tem tudo a ver com o planejamento estratégico, a nossa meta de implementar a Educação Integral em nosso município. Queremos fazer da Jornada Pedagógica, o início de um ciclo no ano letivo. Queremos tirar o aspecto político e privilegiar o pedagógico, para melhorar cada vez mais o nosso ensino municipal público“. O secretário, que também é professor, continuou: “as mudanças que têm acontecido na Educação é fruto desse coletivo que está aqui, os professores que estão diariamente em sala de aula dando o seu melhor aos nossos estudantes“.

O prefeito de São Francisco do Conde, Evandro Almeida, falou, em seu pronunciamento, de sua satisfação com o evento e reiterou seus compromissos de gestão. “Toda equipe da Secretaria da Educação está de parabéns, vem lutando e buscando melhorias e um ensino de qualidade. Venho lutando para garantir todos os direitos dos professores, buscando melhorias para as escolas e também promovendo melhorias no ensino público municipal. A Jornada Pedagógica 2018 é o marco do ano letivo, um momento de integração entre todo o corpo da Educação. Agradeço pelo empenho, dedicação de cada um. Lutamos por uma educação que mude a vida das pessoas. Não é do dia para noite que mudaremos tudo, mas estamos na luta para isso“.

Educação Integral

Encantada com o município e com promessas de retorno, em breve, a professora Dra. Jaqueline Moll, uma das maiores especialistas em Educação Integral do Brasil, cruzou o país para compartilhar com os franciscanos um pouco do saber que adquiriu durante os 9 anos em que fez parte da equipe do Ministério da Educação – MEC. Segundo Moll, “para pensar a Educação Integral é preciso atravessar os muros da escola”. O tema Educação Integral, currículo integrado e desenvolvimento foi abordado em uma metodologia de ‘sala de aula’“.

Uma das metas do plano estratégico da Secretaria da Educação – SEDUC, o Projeto Voar, é implementar a Educação Integral, que propõe uma formação humana permanente, em todas as escolas do Ensino Fundamental Anos Iniciais do município.

Como introduzir esses meninos no caminho das Artes, das Tecnologias, das Ciências?“. Essa é, segundo Jaqueline Moll, a pergunta fundamental da Educação Integral. A pesquisadora insistiu na necessidade de alargar o tempo, ampliar o horizonte educativo e promover as relações entre as áreas de conhecimento. “Precisamos ultrapassar o esquema de aulas com 50 min, que é um obstáculo para essa proposta“, afirmou. Ainda de acordo com a especialista em Educação Integral, São Francisco do Conde tem todos os elementos para uma Cidade Educadora, aquela que faz do seu espaço público, ricos locais de aprendizagem. “O mar é uma grande sala de aula à céu aberto“, concluiu.

Encerrando as atividades do primeiro dia da Jornada Pedagógica 2018, uma atração artística para dinamizar os trabalhos descontraiu o público. Os profissionais da Educação de São Francisco do Conde se divertiram com o pocket show “Frases de Mainha”, sucesso de público na capital baiana.

Na programação desta quinta (08), os rumos da gestão e ano letivo 2018 serão debatidos na atividade Conversa com a Educação, que acontece a partir das 8h da manhã.