Capacitação sobre triagem neonatal e coleta do teste do pezinho para recém-nascidos foi realizada com profissionais do HDACAL

A Secretaria Municipal da Saúde – SESAU, através das diretorias de Atenção Básica e de Média e Alta Complexidade, em parceria com o Instituto de Assistência à Saúde e Promoção Social – PROVIDA, realizou na última terça-feira (04/06), uma capacitação para os profissionais de Enfermagem do Hospital Docente Assistencial Célia Almeida Lima – HDACAL.

Essa capacitação faz parte das metas do plano de ação, pactuado pelo GT da Rede Cegonha do município, que tem como objetivo a triagem neonatal e coleta do teste do pezinho para recém-nascidos que estejam em tratamento no hospital, após o terceiro dia de vida.

Qual a importância da realização do Teste do Pezinho em recém-nascidos?

O exame tem como objetivo detectar doenças metabólicas, genéticas e infecciosas capazes de afetar o desenvolvimento neuropsicomotor do recém-nascido.

A família deve levar o recém-nascido a uma Unidade de Saúde, preferencialmente entre o 3° e o 5° dia de vida.

A realização do Teste do Pezinho é obrigatória e assegurada por lei desde 1992. Em 2001, o Ministério da Saúde criou o Programa Nacional de Triagem Neonatal, que garante que o exame seja realizado em todo o Brasil pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Doenças que são detectadas pelo exame:

Atualmente, as doenças contempladas no Programa Nacional de Triagem Neonatal são fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, doença falciforme e outras hemoglobinopatias, fibrose cística, deficiência de biotinidase e hiperplasia adrenal congênita.

(Fonte: Ministério da Saúde)