Núcleo de Cuidados à Criança e à Pessoa com Doença Falciforme promoveu sala de espera sobre fluxo de atendimentos para pediatria e psicologia

É na sala de espera que a equipe do Núcleo Integrado de Cuidados à Criança e à Pessoa com Doença Falciforme Rilza Valentim tem desenvolvido atividades que auxiliam a promoção da saúde, garantindo maior acolhimento aos usuários do serviço, que atende na Avenida Juvenal Eugênio de Queiroz – Baixa Fria.

A equipe percebeu que o espaço pode ser oportuno para concretizar algumas ações de sensibilização e nesta quinta-feira, 12 de setembro de 2019, promoveu uma atividade chamada de ‘sala de espera’ com os pais, responsáveis e pacientes das áreas de pediatria e psiquiatria.

Ao todo, 28 pessoas participaram do momento de troca de experiências e interação.

O objetivo, desta vez, foi falar sobre o fluxo de atendimentos nas áreas de psicologia e psiquiatria e como fazer a marcação, que acontece no próprio Núcleo ou nas Unidades de Saúde da Família (USF) a depender do profissional, entre outras orientações, como levar o cartão SUS e comprovante de endereço.

Para os atendimentos de pediatria a marcação é feita em uma das 16 Unidades de Saúde (USF) do município. Já os atendimentos de psicologia são para crianças na faixa dos 02 anos até 12. No entanto, as consultas de psiquiatria vão até os 17 anos. Para atendimento com a nutricionista, a marcação pode ser feita diretamente no Núcleo ou em uma USF.

Pacientes de hematologia podem marcar nas USFs ou presencialmente no Núcleo, às terças-feiras.

Em 2018, a Prefeitura de São Francisco do Conde, através da Secretaria da Saúde – SESAU, entregou a comunidade franciscana o Núcleo Integrado de Cuidados à Criança e à Pessoa com Doença Falciforme Rilza Valentim.

No espaço funcionam as especialidades de pediatria, hematologia, psicologia, nutricionista, assistente social, farmácia, enfermeiros e técnicos e agora, em 2019, psiquiatria infantil.