Último dia de ações da 1ª Semana do Trabalho Decente

O último dia das atividades da 1ª Semana do Trabalho Decente, aconteceu na última quarta-feira (30), em São Francisco do Conde. Na ocasião, foram pautadas duas temáticas importantes para a formação e capacitação dos empreendedores locais.

O técnico do SEBRAE, José Raimundo, ministrou a oficina ‘Sei Empreender’, onde ofereceu aos participantes um conteúdo capaz de desenvolver competências para gerir seu empreendimento, administrar as dificuldades e, sobretudo, assumir o controle do seu negócio.

Outro importante assunto abordado foi à importância da Sala do Empreendedor para MEI (Microempreendedor Individual) no município. A pauta foi abordada por Alcione Corrêa e Edilson Machado, ambos profissionais da SEDEC, que, na oportunidade, esclareceram as dúvidas e estimularam discussões sobre essa questão.

A 1ª Semana do Trabalho Decente foi uma ação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico – SEDEC, em alinhamento com a Secretaria Estadual de Emprego, Trabalho, Renda e Esporte, a Gerência Regional do Trabalho do Ministério do Trabalho, a Fundação Luiz Eduardo Magalhães, o Posto Avançado do INSS e o SEBRAE.

O intuito foi promover ao longo desses dias de atividades uma formação para população franciscana através das diversas temáticas que envolvem a Agenda do Trabalho Decente; as relações de trabalho com ênfase na exploração; a experiência do programa Primeiro Emprego do Governo do Estado; e, as reformas da Previdência e Empreendedorismo. Também houve o lançamento de dois grandes projetos, o aplicativo Me Chame – Classificado Digital para o trabalhador autônomo do município de São Francisco do Conde e o Programa ‘Oportuniza São Francisco’, que tem como objetivo qualificar os jovens franciscanos para o mercado de trabalho, em especial aqueles que almejam a primeira oportunidade de emprego.

Nessa perspectiva, a secretária de Desenvolvimento Econômico do município, Ana Christina Oliveira, fez um balanço sobre esses dias de atividades.

Iniciamos a ação com o intuito de agregar um público diverso, devido aos variados temas que foram abordados. Foi apresentado o aplicativo ‘Me Chame’, onde serão beneficiados todos os prestadores de serviços, através da visibilidade desses serviços, onde irá circular o dinheiro na cidade e nas mãos desses trabalhadores. Pessoas que vivem e trabalham na informalidade terão a oportunidade de mostrar o que sabem fazer, serem contratados e remunerados por isso. O programa ´Oportuniza São Francisco´ é voltado para jovens de 15 a 24 anos. Além de trabalhar com o viés do primeiro emprego, o programa também trabalha com estágio, bem como Jovem Aprendiz. Precisamos começar a pensar e implementar políticas voltadas a juventude de São Francisco do Conde e com essa oportunidade estamos dando mais um importante passo nesse sentido. Trazemos uma série de proposições que envolvem outras secretarias, pois precisamos construir uma parceria sólida. Buscamos tornar o programa um projeto de lei, que vai para a Câmara e precisa ser aprovado, até porque, sabemos que o que não está preso em forma de lei corre o risco de ter descontinuidade e não queremos isso, pois compreendemos que nós temos um público jovem que precisa dessa assistência e dessa atenção. Temos reforçado em muitas falas que a gente não empreende apenas com desejo e vontade. Empreender precisa de conhecimento, de informação, precisa dominar as técnicas para poder empreender com sucesso, pois o que percebemos são empreendimentos que, da mesma maneira rápida como se iniciam, terminam. Precisamos fortalecer o comércio local e proporcionar aos franciscanos outras perspectivas para crescimento, nesse sentido, ganha a cidade como um todo quando as pessoas estão preparadas para começar um negócio. Não podemos pensar apenas no setor da indústria, pois atualmente é o que menos emprega, devido a automação de serviços. Nesse sentido, o município precisa investir cada vez mais em capacitação e formação desses empreendedores. Quero aqui deixar registrado que apesar da SEDEC ter uma equipe com um número limitado, todos são extremante dedicados ao trabalho, pois somos cobrados e temos uma grande responsabilidade em trabalhar para atrair empresas e recursos para o município. A equipe tem se emprenhado, estudado e eu sou muito grata pela equipe que eu tenho”.