Cânticos, louvores e orações marcaram as homenagens a São Roque na Ilha do Paty, em São Francisco do Conde

No último sábado, dia 29 de setembro, em louvor a São Roque, devotos e devotas da Ilha do Paty prestaram homenagens ao santo, padroeiro da comunidade, protetor contra a peste e também padroeiro dos inválidos e cirurgiões.

Junto à comunidade franciscana, participaram da missa seguida de procissão, com a imagem do santo pelas ruas do bairro, o prefeito Evandro Almeida, o vice-prefeito e secretário de Governo, Carlos Alberto Bispo Cruz (Nem do Caípe), demais secretários, vereadores e assessores municipais.

A missa marcou o encerramento do tríduo, que teve início no dia 26 de setembro. No decorrer da homilia, ministrada pelo Frei Rogério, que pela primeira vez celebrou uma missa na Ilha do Paty, foi contada para quem ainda não conhecia a história de São Roque.

O festejo contou com o apoio da Prefeitura de São Francisco do Conde, através da Secretaria Municipal de Turismo (SETUR).

História de São Roque – A imagem de São Roque fala sobre o momento crucial de sua vida. Filho único de família abastada da França, recebeu uma educação severa e consistente. Sua mãe, porém, colocou em seu coração a devoção a Nossa Senhora e a fé cristã madura. Por isso, quando seus pais morreram, ele doou toda a sua herança aos pobres e foi para a Itália, viver na pobreza. Lá, procurou viver uma vida de caridade, dedicando-se aos pobres, doentes e inválidos.

Chegando à Itália, São Roque foi viver nas catacumbas de Roma. Lá, contraiu a peste negra, doença que assolava toda a Europa causando milhões de mortes. Para não ocupar um leito no hospital, o santo foi para a floresta e arrumou um lugar para esperar sua morte. Porém, ao tomar banho numa fonte perto de onde estava, sentia alívio e começou a melhorar. Um cão vinha todos os dias trazer-lhe um pedaço de pão e lamber-lhe as feridas. Depois de um tempo, ele ficou curado. O dono do cão descobriu o que estava acontecendo e levou São Roque para sua casa, em Piacenza. Ali, muitos milagres começaram a acontecer. Todos que estavam com a peste eram curados somente com a oração e o toque de São Roque. Através dele milhares de pessoas foram curadas. A imagem de São Roque fala sobre esse momento inesquecível de sua vida.