Coordenadores, professores e gestores das unidades de ensino de São Francisco do Conde participaram do II Encontro Formativo do Projeto Rede de Parceiros Multiplicadores de Esporte Educacional

Na última quinta-feira, dia 08, aconteceu no auditório 02 de Julho/SEDUC, o II Encontro Formativo do Projeto Rede de Parceiros Multiplicadores de Esporte Educacional. Essa ação é uma parceria da Prefeitura de São Francisco do Conde, através da Secretaria Municipal da Educação (SEDUC), com o Instituto Esporte & Educação (IEE), criado e presidido pela medalhista olímpica Ana Moser, patrocinada pela PETROBRAS.

Dentre os objetivos do projeto estão o de garantir os direitos de acesso universal ao esporte, aumentar a prática de esporte e ampliar os impactos sociais, como a educação, saúde, segurança e trabalho, através de metodologias e aprendizagem coletiva que se baseiam na educação integral, na autonomia, na construção coletiva, na diversidade e na inclusão. O encontro contou com a presença de coordenadores e gestores das unidades municipais que participaram ativamente da formação ministrada pelos subcoordenadores do Instituto de Esporte e Educação Raquel Clementino e Josemar Paixão.

Sobre o II Encontro Formativo, a subcoordenadora do instituto e professora Raquel Clementino, falou sobre a receptividade do público e a metodologia aplicada. “As expectativas são que, durante esse encontro, principalmente os coordenadores e diretores de escolas aproveitem muito mais, claro, em parceria com os professores, porque o conteúdo é voltado totalmente para a escola. Aqui falamos sobre escola e metodologias ativas, aprendemos teoria na prática e as diversas possibilidades de aprendizagem e compartilhamentos dessas experiências. Ontem (07), nós estivemos visitando a Escola Arlete Magalhães, essa visita faz parte do processo de formação e eu fiquei muito feliz em observar algumas práticas, a exemplo de uma professora que saiu do contexto fantástico que nós chamamos da aula de educação física, dando uma aula de luta, e eu achei muito legal. Nesse sentido, acreditamos que podemos somar o que eles sabem ao que nós trazemos de possibilidades. Quando a gente percebe que uma escola de ensino integral oferta bastante movimento e possibilidades diferenciadas ficamos muito felizes”.

O professor de dança, Danilo Ferreira, falou sobre a importância do encontro e os pontos positivos da inclusão esportiva nas metodologias de ensino. “Essa parceria é muito boa, pois pudemos perceber a relação da prática com a teoria, isso integrado a dinâmica que o esporte proporciona com a educação. Hoje pudemos observar diversas propostas interessantes, sobretudo relacionadas ao movimento corporal. O esporte integrado a educação é primordial para a qualidade de vida, a interação social e o bem-estar, isso vai além do esporte na competição”.

Em São Francisco do Conde, as escolas contempladas foram Arlete Magalhães, Complexo Rilza Valentim, Centro Educacional Joaquim Alves Cruz Rios, Centro Educacional Claudionor Batista, Centro de Estudos e Aperfeiçoamento do Saber – CEAS, Instituto Municipal Luiz Viana Neto, Monteiro Lobato, Maria Amélia dos Santos e APAE.