Escola de Governo firmou parceria com a UNILAB para alavancar a quantidade e qualidade dos serviços ofertados

A Prefeitura de São Francisco do Conde tem investido e feito a diferença na capacitação de seus servidores, desde que a Secretaria Municipal de Gestão Administrativa – SEGAD lançou, em 22 de maio 2017, a “Escola de Governo”, que visa capacitar talentos. Ao todo, já foram 89 pessoas contempladas pelos diversos cursos.

O projeto da Escola é direcionado aos servidores da Prefeitura, no intuito de fornecer cursos de aperfeiçoamento. Do número total de alunos que já passaram pela escola, 98% dos beneficiados são moradores locais. O projeto visa qualificar funcionários de São Francisco do Conde para atender e ajudar os moradores de São Francisco do Conde. Para tanto, os cursos continuam acontecendo neste segundo semestre, mas com uma grande novidade: a Escola de Governo fechou uma parceria inédita com a UNILAB para alavancar a quantidade e qualidade dos serviços ofertados. A parceria foi firmada no dia 20 de setembro.

“Já estamos com o planejamento em construção para o ano de 2018 e essa parceria com a Unilab inicia no dia 06 de novembro, com um Curso Básico de Arquivista. A escola já retomou suas atividades neste segundo semestre com o Curso de Atendimento e Recepção, no dia 23 de outubro, e o nosso projeto é expandir ainda mais”, afirmou a superintendente da Escola de Governo, Sandra Pitanga.

“A Escola de Governo fechou uma importante parceria com a Unilab que, em contrapartida, vem ofertar ao município professores em diversas áreas de capacitação de ensino, contribuindo com a formação dos servidores”, frisou Marcus Welby, secretário de Gestão Administrativa.

A Escola de Governo passou a atender, além de turmas pela manhã, também no turno da tarde. No município, nunca houve cursos neste formato.

“Nós temos uma universidade no nosso município, com a grandeza da Unilab, eu acho que ela vai contribuir muito com o futuro da cidade, pois nem todas as cidades têm o privilegio de ter em seu território uma universidade federal e nossos munícipes precisam ter o sentimento de pertencimento, pois a Unilab é nossa! A Unilab não é só para os estrangeiros, ela abre vagas também para os nossos cidadãos. E uma escola que veio capacitar o servidor público e trazer um novo horizonte, através do trabalho, não poderia deixar a Unilab de fora com seus mestres e doutores”, completou Pitanga.