Educação Alimentar e Nutricional no ambiente escolar

A equipe de nutricionistas da SEDUC realizou, na quarta-feira (25), uma ação de Educação Alimentar e Nutricional no ambiente escolar, que ocorreu na Escola Frei Eliseu Eismann, direcionada aos alunos do Ensino Fundamental I. A  atividade é fruto da parceria com o Programa de Saúde na Escola (PSE) e enfatizou a importância do consumo de alimentos variados e de uma alimentação equilibrada para a manutenção da saúde e a prevenção de doenças.

A ação multiprofissional contou com a participação do odontólogo, além das nutricionistas da SEDUC. Juntos, uniram saberes, a fim de demonstrarem aos estudantes, a importância da manutenção de hábitos e estilo de vida saudáveis, através da promoção da alimentação saudável, da saúde bucal e de práticas corporais físicas e de lazer nas escolas.

Através da atividade de Educação Alimentar e Nutricional visou-se estimular a adoção de escolhas alimentares saudáveis, que colaborem com a aprendizagem, o estado de saúde e a qualidade de vida do aluno. Assim sendo, a  família e a escola têm um papel fundamental de favorecer a adoção de um comportamento alimentar saudável, visando promover mudanças nos padrões de alimentação das crianças e dos adolescentes”,  informou a nutricionista Carolina Matos.

O conceito de alimentação saudável foi introduzido através da pirâmide alimentar, sendo apresentada quanto a sua divisão, hierarquia e grupos dos alimentos. Explicou-se aos alunos a importância de cada grupo alimentar, bem como os prejuízos causados pelo consumo excessivo de alimentos industrializados. Também foi apresentado um vídeo de Educação Nutricional para Crianças, que trata sobre os nutrientes, sendo estes: carboidratos, proteínas, lipídios, vitaminas e minerais, demonstrando suas funções no organismo. Logo após, os alunos participaram da construção da pirâmide alimentar. Por fim, cada aluno recebeu um folder informativo e  um jogo educativo sobre a pirâmide alimentar.

As informações assimiladas acerca da importância de uma alimentação variada e equilibrada para a manutenção da saúde e prevenção de doenças podem favorecer mudanças positivas de comportamentos alimentares”, acrescentou Carolina, que ressaltou a importância de ações contínuas e permanentes que envolvam toda a comunidade escolar para alcançar essa meta.