Saúde ganha mais um reforço, o Programa Nacional Telessaúde Brasil Redes

Os profissionais que atuam na Atenção Básica, da Secretaria Municipal da Saúde – SESAU, de São Francisco do Conde, foram capacitados nos períodos da manhã e tarde da última quarta-feira, dia 12 de setembro, pela Secretaria Estadual da Saúde – SESAB, para atuar com o Programa Nacional Telessaúde Brasil Redes, cujo objetivo é ampliar a resolutividade na Atenção Básica e promover sua integração com o conjunto da Rede de Atenção à Saúde. A ideia é melhorar a qualidade do atendimento e ampliar a capacidade clínica das unidades de saúde.

A ferramenta pode ser usada por médicos, enfermeiros, dentistas, entre outros profissionais. A dúvida é encaminhada e os teleconsultores têm 72 horas para enviar a resposta ou o atendimento pode ser feito por telefone de forma imediata.

COMO FUNCIONA?

O profissional atende o paciente e se tiver alguma dúvida sobre como proceder naquele caso a envia à equipe de teleconsultores por meio de um programa de computador.

A dúvida pode ser acompanhada de exames, relatórios anteriores ou outras informações do paciente.

A mensagem é criptografada, o que garante o sigilo das informações.

O serviço funciona de duas maneiras:

 

  1. Realizada em tempo real, geralmente por chat, webconferência, videoconferência ou serviço telefônico;

 

  1. Realizada por meio de mensagens offline que devem ser respondidas em até 72h.

 

TELECONSULTORIA

 Através de site e número de telefone, o programa esclarece dúvidas sobre procedimentos clínicos, ações de saúde e questões relativas ao processo de trabalho no formato de pergunta e resposta entre profissionais de saúde.

O objetivo é possibilitar o fortalecimento e a melhoria da qualidade do atendimento da Atenção Básica, no Sistema Único de Saúde (SUS), integrando Educação Permanente em Saúde (EPS) e apoio assistencial, por meio de ferramentas e tecnologias da informação e comunicação (TIC).

Os serviços ofertados no Programa Nacional Telessaúde Brasil Redes são:

SEGUNDA OPINIÃO FORMATIVA

Resposta sistematizada, construída com base em revisão bibliográfica, evidências científicas e clínicas as perguntas originadas das teleconsultorias.

TELE-EDUCAÇÃO

Atividades educacionais à distância, por meio de tecnologias de informação e comunicação, para apoiar a qualificação de estudantes, profissionais e trabalhadores da área da Saúde.