SESAU realiza ações preventivas contra a dengue, a zika e chikungunya

As fortes chuvas que têm caído em Salvador, Região Metropolitana e Recôncavo Baiano, associadas às oscilações climáticas, têm colocado os municípios em situação de alerta para proliferação de doenças como dengue, zika e chikungunya – doenças que são causadas através de mosquitos que se reproduzem em água parada limpa ou suja.

Além desta  preocupação, doenças como a diarréia, por ingestão de água poluída, e a leptospirose também se tornam agravos de saúde preocupantes nesse período.

A Secretaria Municipal da Saúde, de São Francisco do Conde, já trabalha com ações preventivas, principalmente com relação às doenças transmitidas por vetores (mosquitos).

Nesse período, a SESAU está priorizando ações de prevenção nas salas de espera das Unidades de Saúde da Família, principalmente com vistas a redução da população de Aedes aegypti e os cuidados com armazenamento de água e também na proteção adequada com as águas das chuvas.