IX Edição de CINEMA, SAMBA e VIOLA acontece na próxima terça-feira

A Secretaria Municipal de Turismo – SETUR convida todos para a IX Edição de CINEMA, SAMBA e VIOLA, dia 31 de outubro, terça-feira, às 13:30h, no SAT – Serviço de Atendimento ao Turista – Mercado Cultural. No evento, haverá uma mostra de instrumentos confeccionados pela Luthieria, além da exibição do documentário “Ouça meu palavreado” e de muito samba chula no pé.

A IX Edição de CINEMA, VIOLA e SAMBA é uma iniciativa do Projeto “Essa viola dá samba”, com apoio da Secretaria Municipal de Turismo – SETUR e tem como objetivo oportunizar a apreciação musical através da aproximação da técnica de construção artesanal de instrumentos e reconhecimento do público-alvo de sua própria cultura e identidade, criando, assim, um vínculo de proximidade com jovens em situação de vulnerabilidade social nas comunidades, mulheres e afrodescendentes.

Sobre o Projeto – “Essa viola dá samba”
Nasceu em 2014 com o objetivo principal de resgatar a feitura artesanal da viola machete enquanto obra prima do patrimônio oral e imaterial, especialmente de São Francisco do Conde. A missão é reinserir o instrumento nos grupos e comunidades de sambadores que praticam o Samba Chula, vertente do Samba de Roda do Recôncavo da Bahia. Desde o início de suas atividades, a Luthieria produziu mais de 30 instrumentos comercializados para vários estados, contemplou 05 Mestres violeiros do Recôncavo que não possuíam o instrumento com a doação de violas machete, protagonizou documentários para redes de TV, incrementou a renda de seus artesãos e fez surgir uma nova geração de violeiros na região, preservando as técnicas tradicionais típicas da região de São Francisco do Conde, celeiro de célebres violeiros, a exemplo de Zé de Lelinha, Cafuné e Zezinho de Campinas.

O projeto inicia o ano de 2017 de fôlego renovado, objetivando fortalecer, aprimorar, consolidar e proporcionar o incremento de renda ao grupo produtivo de 05 artesãos formados no projeto (2014-2016), contribuir para a salvaguarda do samba chula na região, ensinando a 20 jovens e adultos a execução instrumental da viola machete e dar maior visibilidade ao projeto, circulando na rede do samba de roda, na rede de ensino público do município, universidades e cidades circunvizinhas através da ação: CINEMA, SAMBA E VIOLA, além de incentivar e colaborar com a formação do Samba Chula Mirim Flores da Pitanga, formado por crianças da comunidade. O projeto “CINEMA, SAMBA E VIOLA” percorrerá por cidades do interior do estado que fazem parte da Rede do Samba de Roda. O objetivo é criar um ambiente musical, onde as barreiras entre o público e arte da Lutheria sejam quebradas, através do conteúdo audiovisual exibido, as peças de instrumentos expostos e palestra do Luthier, agregada na culminância uma apresentação musical de samba chula. A proposta do concerto didático é realizar um evento que não aborde apenas uma linguagem, mas que contenha também informações, curiosidades e histórias sobre a Luthieria, do samba de roda e seus personagens.