Saúde: Município apresentou experiência pioneira de Acolhimento Pedagógico durante Colegiado de Coordenadores de Atenção Básica (COCAB)

O Colegiado de Coordenadores de Atenção Básica – COCAB, da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia, se reuniu nesta quinta-feira, dia 12 de julho, na sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE) para discutir temas como: o relatório do E-SUS e o acolhimento pedagógico.

A apresentação dos temas foi realizada para os municípios que compõem a região macro Leste, entre eles: Camaçari, Candeias, Dias d’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Mata de São João, Pojuca, Salvador, Santo Amaro, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Saubara, Simões Filho, Vera Cruz e outros.

São Francisco do Conde foi o município convidado a apresentar sua experiência exitosa no monitoramento das informações através do sistema E-SUS, bem como o trabalho pioneiro de acolhimento pedagógico ofertado aos profissionais que passaram a integrar o quadro da Atenção Básica no município no ano de 2017.

O Acolhimento Pedagógico, em São Francisco do Conde, trouxe como proposta a formação e/ou qualificação da Estratégia de Saúde da Família, buscando reconhecer os profissionais como protagonistas do processo de trabalho. A ação envolveu o cotidiano de trabalho das equipes de saúde, permitindo momentos de reflexão e avaliação dos comportamentos profissionais, como instrumento capaz de modificar a realidade, impactando no atendimento da população franciscana e refletindo nos indicadores de saúde do município.

Sistema E-SUS – O acompanhamento das ações de saúde que são realizadas no território é uma tarefa extremamente importante do cotidiano das equipes de atenção básica. Esta atividade, além de auxiliar os trabalhadores a enxergar seu território, exprime o resultado do seu trabalho, podendo ser potente ferramenta de reflexão e transformação do processo de trabalho. O Sistema e-SUS AB traz sete tipos de relatórios consolidados: Atendimento, Acompanhamento, Procedimentos, Exames, Conduta, Monitoramento, Consolidado do Cadastro. Cada um trás informações específicas coletadas através das fichas da Coleta de Dados Simplificada (CDS).

O encontro dos Coordenadores de Atenção Básica foi um momento de grande importância, pois eles puderam tirar duvidas do processo de construção do Acolhimento Pedagógico e vislumbrar que é possível reorganizar o processo de trabalho de suas equipes, tendo um impacto direto nos seus indicadores de saúde.

Foram abordadas questões como: “O que eu faço? Será que essa é a melhor forma de fazer o meu trabalho? Essa também é a melhor forma de fazer para o usuário do serviço de saúde?”.

O Acolhimento pedagógico teve a parceria da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia – SESAB e do Instituto de Saúde Coletiva – ISC/ UFBA. O Acolhimento Pedagógico de São Francisco do Conde teve 05 encontros presenciais e o modelo de acolhimento será implantado em outros municípios, que viram a ação como experiência exitosa.