Termina nesta sexta-feira (25) o III Festival das Culturas: Arte, Cultura Popular e Resistência da UNILAB

Aconteceu nesta sexta-feira, dia 25 de maio, na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), Campus dos Malês, em São Francisco do Conde, o último dia do “III Festival das Culturas: Arte, Cultura Popular e Resistência”.

O evento, que começou no na terça-feira (23), proporciona aos participantes a oportunidade de interagir com o mundo da arte e da cultura por meio de debates, seminários, cursos, exposições, rodas de conversas, oficinas, mostras de vídeo, fotografia, cinema e teatro, apresentações musicais, encontros e trocas culturais, feira de artesanato, sarau performático e outras expressões culturais e artísticas.

Ao longo do dia de programação artística e cultural aconteceu o Bate-papo: “Falando de Nós – Viajar e/ou Estar no Brasil e num país da África”, Oficina de “Danças Tradicionais de São Tomé e Príncipe – Dexa e Puita”, bem como uma mesa redonda “Uma Agenda Epistemológica e Política Decolonial”, Oficina de desenho, com o professor e bacharel em Artes visuais, Marcos Albertonny, servidor da SDHCJ. A oficina teve m como objetivo ensinar técnicas de desenho de forma lúdica e criativa para o reconhecimento e desenvolvimento das habilidades dos participantes desenhar. Na ocasião, também aconteceu uma  oficina de teatro: Jogos, corporeidade e improvisação, ministrada pelo professor Joane Macieira, coordenador do Departamento de Atenção à Juventude, da Secretaria Direitos Humanos Cidadania e Juventude- SDHCJ, que promoveu uma experiência criativa, com técnicas básicas de interpretação, improvisação e expressão corporal a partir de jogos teatrais e orientações de iniciação teatral, cuja a diversidade cultural e a memória coletiva foram questões presentes nos resultados cênicos.

A estudante guineense, Epifânia Anistides, demostrou-se muito contente com a oficina de teatro. “Nunca tive essa experiência antes, mas gostei muito. O que me marcou  foi o momento que estávamos todos de mãos dadas e tocamos no parceiro para fazer qualquer movimento, isso me emocionou muito. Agradeço pela oportunidade!

Esse evento foi promovido por meio da Pró-reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex) e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de São Francisco do Conde.