A primeira audiência do Plano Diretor de Desenvolvimento Municipal aconteceu na Escola Arlete Magalhães

 

pddm4

São Francisco do Conde realizou a primeira audiência do Plano Diretor de Desenvolvimento Municipal, promovido pela Secretaria Municipal de Planejamento – SEPLAN, na última quinta-feira, dia 02 de junho, na Escola Arlete Magalhães (antigo CEJAL) para as comunidades dos bairros da Babilônia, Campinas, Dom João, Drena, Fazenda Macaco, Roseira, Santa Elisa, Santa Rita, São Bento e sede.

Na mesa de abertura do evento estiveram Flávia Manuela Lima Barbosa (SEPLAN), Fábio Luís Brito dos Santos (SEPLAN), os secretários Alberto Jorge Mattos (SEGOV – Secretaria de Governo) e Silmar Carmo (SEPLAN), além dos vereadores Eliezer de Santana e Mário Nogueira.

PDDM

O vereador Eliezer de Santana falou que o que estava sendo discutido era o vetor de crescimento da cidade, baseado na escuta da comunidade. Já o vereador Mário Nogueira frisou que essa é uma maneira democrática do governo para construir o legado da cidade.

Já a secretária de Planejamento, Silmar Carmo, parabenizou a equipe da SEPLAN e também as outras secretarias que colaboraram na realização do evento e falou sobre o marco histórico desta ação. “Vamos juntos pensar a cidade para os próximos 10 anos com a presença de autoridades e de técnicos que conhecem o município e vão poder ajudar a comunidade nesse processo coletivo. Vamos multiplicar a informação. A gente precisa se apropriar dessa discussão que vai favorecer o crescimento e desenvolvimento da cidade”.

Alberto Jorge Mattos, secretário de Governo no município, também discursou sobre o evento. “Não é toda gestão que abre espaço para esse tipo de discussão, mas gestão se faz com a participação de todos. E a comunidade quando participa se sente mais comprometida. São Francisco do Conde é uma das cidades que mais fez conferências no país. Aproveitem a oportunidade”, destacou.

PDDM3

Com o início dos trabalhos Flávia Manuela Lima Barbosa falou sobre o mote do evento: “o bem-estar coletivo e o crescimento”. E durante o evento foram feitas algumas perguntas a comunidade como: “Quais os problemas que a cidade precisa enfrentar no Plano Diretor? O que a cidade tem de bom e que deve ser mantido? O que as comunidades querem nos próximos 10 anos?”.

O PDDM é um instrumento básico da política de desenvolvimento do município, cuja principal finalidade é orientar a atuação do poder público e da iniciativa privada na construção dos espaços urbano e rural, na oferta de serviços públicos essenciais, visando assegurar melhores condições de vida à população. O objetivo é garantir o desenvolvimento das funções econômicas, sociais e ambientais, gerando um ambiente de inclusão socioeconômica de todos os cidadãos e de respeito ao meio ambiente.

PDDM2