Ações que preconizam a segurança alimentar e nutricional são apresentadas em palestra

merenda escolar estudantes cejal alunos crianças 2

Na manhã da última quinta-feira, 23 de outubro, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social – SEDES, em parceria com o SISAN (Sistema Nacional de Segurança Alimentar), apresentou palestra na Câmara de Vereadores, onde foram abordadas ações de estímulo a integração dos esforços entre governo e sociedade civil para a promoção, acompanhamento, monitoramento e avaliação da segurança alimentar e nutricional no Brasil, que também devem ser aplicadas no município.

Rilza foi a primeira prefeita a colocar um edital para promoção do desenvolvimento social, ambiental e econômico do município […]. Vale salientar que ainda somos muito desiguais, embora nos últimos 10 anos, a pobreza tenha sido reduzida em todo o país”, destacou Sandra Maria Chaves dos Santos, nutricionista da Escola de Nutrição da UFBA (Universidade Federal da Bahia).

A nutricionista apontou que em 2009 a Bahia foi o estado com maior incidência de redução da insegurança alimentar e isso se deu, principalmente, por conta dos programas sociais que foram instituídos como o Bolsa Família e PRONAF (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), entre outros. No caso de São Francisco do Conde, o PAS (Programa de Acolhimento Social) tem exercido a função de promover uma melhor distribuição da renda local.

Em São Francisco do Conde, 30% da alimentação da merenda escolar é oriunda da agricultura familiar, o que garante uma melhor qualidade do alimento, com menos tempo de viagem, menos uso de produtos agrotóxicos, além de garantir o fortalecimento da renda dos trabalhadores rurais”, ressaltou Sandra Chaves.

Participaram da mesa de abertura Joelma Batista – representando o secretário municipal de Desenvolvimento Social Aloísio Oliveira, Ubiraci Santos – conselheiro de Segurança Alimentar de Salvador, Natália Machado – nutricionista da Secretaria de Desenvolvimento Social de Santo Amaro, além de Sandra Maria Chaves dos Santos.

O SISAN é um Sistema Público Legalmente Instituído pela Lei nº 11.346/2006, conhecida como Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional. Ele está baseado em dois importantes princípios que são a participação social e a intersetorialidade. Cabe ao SISAN mobilizar, identificar e orientar os munícipes interessados quanto aos requisitos mínimos do processo de adesão, além de acompanhar, apoiar e analisar o desempenho.