Alunos da APAE são premiados no X Festival Estadual Nossa Arte da Bahia, em Ilhéus

Entre os dias 29, 30 e 31 de maio, aconteceu o maior evento artístico voltado para pessoas com deficiência no estado, o X Festival Estadual Nossa Arte da Bahia. O evento foi realizado na cidade de Ilhéus, para onde se deslocou a delegação de São Francisco do Conde, com o apoio da Prefeitura, através da Secretaria Municipal da Educação – SEDUC.

O objetivo do festival foi promover a inclusão e o desenvolvimento de pessoas com deficiência intelectual e múltipla, reunindo mais de 300 artistas de 18 APAES do estado. Do município, participaram 16 jovens artistas, adolescentes e adultos, que se apresentaram no Centro de Convenções Luís Eduardo Magalhães. “Vale lembrar que a ação do coral e das pinturas tiveram início no projeto Voarte. Tudo começou com o trabalho do Voarte, quando os professores prepararam nossos alunos nas linguagens artísticas. Então, foi por esse motivo que pudemos participar de um festival como esse. Uma ação da Prefeitura que nos levou a essa conquista”,destacou a gestora social da APAE, Eliana Maria Silva Rosa, mais conhecida por pró Eliana.

Quero dizer que estou nesse coral faz pouco tempo, mas que, graças a Deus, vem dando muitos frutos. Mais uma vez, muito obrigada por esse festival”, declarou emocionado o estudante que possui microcefalia, José Fernando Santiago, durante vídeo realizado pela organização do evento.

O festival contou com apresentações gratuitas em sete categorias artísticas: artesanato, artes visuais, artes literárias, dança, dança folclórica, música e teatro. Os alunos da APAE concorreram em três modalidades, sendo contemplados em cada uma delas. “Na categoria Música, a APAE do município ficou em segundo lugar, levando a medalha de prata; no artesanato, com as bonecas de Matilde, nós ficamos com o primeiro lugar e em artes visuais, ficamos com o terceiro lugar”, informou Eliana.

Ainda segundo ela, “o objetivo maior é a inclusão dessas pessoas, já que em nosso país não é muito aberto à questão cultural para os artistas especiais. A ação das APAEs do Brasil é, justamente, dar essa oportunidade e mostrar que independente da deficiência, eles têm potencial sim. Nós temos hoje no Brasil pessoas que não têm braço, mas desenham com a boca e fazem desenhos lindos! E São Francisco do Conde não poderia ficar de fora desse contexto. Nós temos jovens com muita habilidade em nossa cidade. Como se diz, baiano e nordestinos que já nascem artistas”.

Promovido pela Feapaes-BA em parceria com a APAE Ilhéus, o evento foi uma seletiva para o XI Festival Nacional Nossa Arte, que será realizado em novembro, na cidade de Manaus (AM). “Nossa aluna Matilde Lima Moreira, premiada em primeiro lugar, na categoria artesanato, já está com a passagem comprada para ser uma das representantes da Bahia”, complementou a pró Eliana, que agradeceu a Prefeitura pelo apoio, assim como aos munícipes que fizeram a doação dos figurinos utilizados no festival.

Na terça-feira (04), a APAE irá promover uma homenagem aos alunos premiados, quando serão exibidos para os demais membros da instituição os troféus e medalhas recebidos.