Atividades visando a conscientização do autismo são desenvolvidas em São Francisco do Conde

 No dia 02 de abril é comemorado o Dia Mundial da Conscientização do Autismo. Os pais e responsáveis por estudantes franciscanos que apresentam esse transtorno saíram, na última sexta-feira (27), às ruas do município, a fim de difundirem informações que possam reduzir a discriminação e o preconceito.

A iniciativa dos pais e responsáveis pelos alunos da rede municipal de ensino que possuem autismo teve o apoio do Programa de Atenção, Acompanhamento Pedagógico e Psicossocial a Alunos e Professores – PROAP e contou com panfletagem, visita às escolas e outros órgãos do município, como o Hospital Docente Assistencial Célia Almeida Lima – HDACAL.

A ação é de extrema importância, pois há evidências de aumento no número de casos de autismo no município. Desta forma, a sociedade precisa estar ciente do que é o transtorno e suas características, para que possa realmente acolher e incluir educandos que estão no espectro”, declarou Laís Oliveira, coordenadora do PROAP.

O PROAP é um programa da Secretaria Municipal da Educação – SEDUC que presta auxílio aos estudantes da rede com distúrbios de aprendizagem (dislexia, discalculia, disortografia e disgrafia), TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade) e TEA (Transtorno do Espectro do Autismo), estes últimos, associados à dificuldade de aprendizagem. Orientamos as escolas, facilitando a aprendizagem e inclusão dos alunos com autismo e transtornos de aprendizagem”, informou Laís.

É importante salientar que o acompanhamento dos educandos com autismo visa sua inclusão e suporte à escola. Portanto, para participar do programa, a criança ou jovem deve estar inserida na rede municipal de ensino. O estudante também necessita de atenção com profissionais da saúde, por isso o Proap tem se articulado com a Secretaria Municipal da Saúde – SESAU, buscando parcerias, para atender de maneira integral os alunos.