Carna Social abriu oficialmente os festejos do Carnaval Cultural de São Francisco do Conde

Jovens, idosos e crianças abrilhantaram as ruas de São Francisco do Conde na manhã desta quarta-feira (22), com o Carna Social abrindo oficialmente os festejos do “Carnaval Cultural – Tradição, Identidade e Cores”.

O evento foi promovido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esportes – SEDESE, com apoio das secretarias municipais de Cultura – SECULT e de Turismo – SETUR, para crianças, adolescentes e idosos dos serviços e programas sociais do município. O objetivo é a promoção do fortalecimento de vínculos comunitários, resgate cultural e prevenção de situações de risco.

A ação teve concentração na Praça da Independência e seguiu até o Mercado Cultural, local onde aconteceu o baile carnavalesco, com a participação do grupo Flor de Laranjeira, de crianças da Escola Jovem Aprendiz e de um grupo de hip hop.

Desde quando eu tinha 55 anos que eu participo das atividades dos idosos da secretaria e eu me sinto muito feliz aqui. Agora, mesmo, estou recém-operada, mas não agüentei ficar em casa e vim participar desse evento hoje. É a minha felicidade participar desse grupo, é a minha vida. A gente, às vezes, está triste, mas quando chega no meio desse povo a gente sente uma energia ótima”, declarou Maria Elza Sales, 61 anos

Para Dona Ionice Bispo, que participa das atividades do Serviço de Fortalecimento de Vínculos, da SEDESE, há mais de cinco anos, é de extrema importância eventos como o Carna Social. “Eu acho um amor isso aqui, não tenho vontade nenhuma de sair desse grupo. É o melhor lugar que tem. Eu amo participar dessas festas, melhor do que ficar em casa”, finalizou.

O secretário Aloísio Oliveira, da SEDESE, afirmou que a intenção é a melhor possível. “O eixo central da secretaria agora, a partir da junção, é ter o esporte como vetor de promoção social e cidadania. Essa é uma primeira atividade que estamos fazendo nesse formato. A lógica da SEDESE continua sendo a mesma, um trabalho de integração, de participação de todos. Em eventos como esse a gente mexe com diversas coisas na vida dessas pessoas, é autoestima do idoso; é aquela criança que não tem a oportunidade de participar de um evento como esse, então, a nossa lógica continua a de oportunizar as pessoas terem acesso à serviços, programas e benefícios, mas também a arte, cultura e esporte”, concluiu Oliveira.

A superintendente de Promoção Social da SEDESE, Daoana Sales, ressaltou a integração de todos os serviços da assistência social no evento de hoje. “Agradeço a Deus e a gestão por estarmos aqui nesse momento. Estamos visando à inclusão social com esse evento. A ligação de gerações: criança, idoso e adolescente. Hoje não é só o idoso, o projeto da SEDESE busca o intercâmbio de todos”.

Fazem parte dos serviços atendidos pela SEDESE: CRAS, CREAS, PAS, Bolsa Família, Bolsa Aluguel, DEBES, SCFV.