Comunicado – Pagamento do Décimo Terceiro e Corte de Gratificações

A Prefeitura Municipal de São Francisco do Conde vem a público esclarecer/informar que o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário que estava previsto para o dia 12 de dezembro, já se encontra depositado nas contas dos servidores municipais desde a manhã desta quinta-feira (dia 15).

A mudança de data ocorreu devido às dificuldades que o Município vem enfrentando em razão da queda de receita que abastece algumas das fontes do Tesouro. Para suprir esta dificuldade o Legislativo Municipal aprovou na última terça-feira, projeto de lei enviado pelo Executivo que solicitava autorização para modificar a fonte de alguns recursos ainda disponíveis no orçamento deste ano. Após a referida aprovação a gestão municipal cumpriu com o pagamento aos servidores.

Este problema que tem atingido todos os municípios do Brasil, levou a gestão municipal a estabelecer um plano de contenção de despesas que efetuou suspensão de diversos contratos de serviços e aquisições, suspensão temporária (novembro e dezembro) de pagamentos de diárias e gratificações sobre os salários dos servidores.

O conjunto de medidas visaram evitar a demissão de colaboradores no âmbito da administração municipal, como fora feito em cidades vizinhas que passam por situação semelhante.

Com a crise que o Brasil está vivendo, a Prefeitura sofreu perdas na arrecadação neste ano de 2016, se compararmos com os últimos anos. Em relação a 2014 o município perdeu aproximadamente 25 milhões, e comparado a 2015 a perda foi de 15 milhões. “Com todas estas perdas, conseguimos ainda manter a regularidade e a qualidade dos serviços prestados à população, honramos com os pagamentos dos salários dos nossos servidores e graças a Deus, conseguimos até então não demitir ninguém. Diversos municípios realizaram demissões e nós aqui preferimos cortar as gratificações a ter que demitir. Conseguimos passar 10 meses pagando tudo integralmente do salário das pessoas, com a esperança da receita ter uma reação positiva no final do ano, só que não aconteceu como imaginávamos. Hoje estamos com todos os contratos parados para conseguir pagar a folha de funcionários e evitar demitir, ” afirmou o Prefeito Evandro Almeida.