Estudantes do Pré-ENEM de São Francisco do Conde se destacam na Redação do Exame Nacional do Ensino Médio

Temida por alguns, amada por outros, mas respeitada por todos! A Redação é uma das etapas mais importantes de diferentes processos seletivos, como no Exame Nacional do Ensino Médio –ENEM. Em São Francisco do Conde, um grupo de estudantes se destacou na produção textual, alcançando notas elevadas, acima dos 900 pontos.

Apenas 5% dos candidatos conseguem a proeza de atingirem tal resultado na Redação do ENEM, que este ano teve por tema: “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”. Por isso, o mérito de Anderson da C. França, Dedimar dos Santos , Érica Dos Santos De Jesus, Rebeca Ellen Vasconcelos dos Santos, Elinaldo Casais de Jesus, Maria Eduarda Pacheco Serra e Leticia Borges é imenso.

“Para mim, esse resultado tem um grande significado, pois sou de família humilde, negro, venho de uma comunidade discriminada. Logo, uma grande parte da  sociedade impõe que uma pessoa com esse perfil não tem capacidade intelectual para atingir resultados como esse, eles afirmam que devemos ficar na ‘cozinha’. Entretanto, como o nosso colega do Pré-ENEM, seu Eliezer, destacou no encerramento, devemos sair da “cozinha”.  Assim, com esse resultado eu quero mostrar a todos que sim, é possível sair da ‘cozinha’”, afirmou o estudante Dedimar, morador da Roseira, que irá cursar Ciência Tecnologia e Inovação, na Universidade Federal da Bahia – UFBA.

Em sua Redação nota 900, Dedimar tratou sobre a desigualdade social, que gera a exclusão das pessoas de baixa renda, “assim, tirando o acesso das mesmas aos meios de entretenimento cultural, como o cinema”.

Oriundos do PRÉ-ENEM, oferecido gratuitamente pela gestão municipal, os estudantes poderão ingressar, ainda esse ano, no Ensino Superior. Segundo relatos dos estudantes, o curso intensivo foi de fundamental importância para adquirirem a confiança necessária tanto para a Redação, quanto para as provas.   

Para Dedimar, “o pré-Enem teve uma grande importância na minha pontuação, pois foi lá  que eu pude aprender a montar uma boa redação. Na verdade, foi lá que aprendi a escrever redações, pois vale destacar que quando concluí o ensino médio, não  havia escrito nem ao menos uma redação. Dessa forma, vocês podem ter ideia do quanto esses projetos, como o Pré-Enem, são importantes. Também vale salientar que o professor de redação, Neldo, e o  professor de gramática, Luiz, fizeram um excelente trabalho, assim como todos do grupo Análise. E por último e mais importante tivemos Camila, aquela que lutou pelo projeto e sempre acreditou que todas as pessoas são capazes de sair da “cozinha”, principalmente seus filhos de São Francisco do Conde”.  

Além das aulas com um time de professores de primeiro escalão, durante os meses de execução do projeto, foi oferecido transporte gratuito, módulos de estudos, fardamento, simulados e ambiente virtual de aprendizado.

Sair dos 640 pontos na Redação pra 940 foi surpreendente para mim. Agradeço a todos os colaboradores desse programa pela oportunidade e, com certeza também, à prefeitura por ter nos presenteado com essa grande ajuda que foi o Pré-ENEM!”, declarou Letícia Borges que é moradora de São Bento e quer fazer a Faculdade de Farmácia.

“Foi muito gratificante ter recebido essa nota, mas eu fiquei surpresa, pois eu fiquei insegura com o tema, mas graças a Deus deu tudo certo!”, continuou. Sobre a Redação, ela disse que abordou a dificuldade de expansão das salas de cinema no Brasil. “As pessoas estão deixando de ir ao cinema para obter conteúdo cinematográfico por aplicativos e com isso deixam de estar nas salas de cinema, prejudicando quem realmente quer está nessas salas. Sem uma procura em massa da população aos cinemas, as indústrias responsáveis acabam perdendo o interesse em investir e ampliar o cinema pelo Brasil”.

“Ter feito o Pré-ENEM me ajudou muito, com certeza! Foi tudo muito maravilhoso! Os professores são excelentes! Foi muito importante tudo isso pra nós, alunos!”, concluiu Letícia.

O tema da Redação é revelado apenas no dia da avaliação, o que sugere que os estudantes estejam inteirados a respeito dos principais assuntos em voga na mídia durante o ano.  Eles têm cerca de 1h para ler o enunciado e compreendê-lo, para, em seguida,  defender seu ponto de vista no modelo de texto dissertativo-argumentativo e passar a limpo para a folha final.

Quem também “brocou” na Redação foi Anderson, residente do Caipe de Cima.  “Eu tirei 900 na Redação, isso foi muito gratificante para mim, logo fiquei feliz! Além disso, o Pré-ENEM ajudou-me demais nesta conquista. Por conta disso, eu passei em Letras: Português pelo SISU, na UNILAB”. Anderson comentou que tem preferência pelo curso de Letras: Português e inglês, por isso ainda tentará o Programa Universidade para Todos (Prouni). Através do Prouni, o Ministério da Educação oferece bolsas de estudos, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de Educação Superior.