Exposição de trabalhos artísticos dos estudantes da APAE acontece nessa sexta-feira (15)

Nesta sexta-feira (15), das 08h às 11h da manhã, acontecerá na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira – UNILAB, a exposição doProjeto Mandala: A diferença entre o ver e o olhar. A mostra é o resultado dos trabalhos realizados por estudantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE, em São Francisco do Conde, com a qual a Secretaria Municipal da Educação – SEDUC mantem um contrato de cooperação técnica.

Para o psicanalista Carl Jung, a mandala retrata as condições nas quais construímos nossa experiência humana. Ela é um símbolo da totalidade que representa a integração do homem com a natureza. Nesse sentido, o Projeto Mandala estimula a construção do autoconhecimento, a interação e o desenvolvimento de habilidades motoras e cognitivas nos alunos, através do ato de desenhar, pintar, manipular, observar, perceber e imaginar.

Dentre as matérias primas utilizadas pelos estudantes na construção de suas mandalas estão recursos como grãos de feijão, arroz, milho, tintas, cordões, retalhos de tecidos, entre outros. A consequência dessa prática é o desenvolvimento de habilidades como percepção motora, visual, musical, auditiva e tátil; criatividade, imaginação, concentração, equilíbrio físico/mental e autonomia.

É um trabalho interdisciplinar que conta com a parceria dos professores de Artes e Educação Física. Todos estão participando do projeto Mandala dentro das competências de suas disciplinas. Abrange a questão do movimento, a questão corporal e a questão artística, sendo que o meu enfoque é o pedagógico”, explicou Alessandra Souza Xavier Chaves, coordenadora pedagógica das Oficinas Protegidas Terapêutica, a disciplina na qual o projeto nasceu. Devido ao grande sucesso, acabou se expandindo para todas as turmas da APAE.