Festejos para Santo Antônio dos Navegantes aconteceu no sábado (24) e atraiu centenas de fiéis

Atos de fé e tradição marcaram os festejos de Santo Antônio dos Navegantes, no último sábado (24), na Ilha das Fontes – bairro de São Francisco do Conde.

No período da manhã aconteceu à missa em louvor ao padroeiro, que atraiu centenas de fiéis a comunidade para participar da celebração. Entre os quais estiveram presentes, o prefeito Evandro Almeida acompanhado da primeira-dama Iasmin Barbosa, o vice-prefeito e secretário de Governo Carlos Alberto Bispo Cruz (Nem do Caípe) e sua esposa Leila Costa, secretários municipais, vereadores, entre outras autoridades, além de pessoas que vinham de pontos distintos do município franciscano e de outras localidades.

O prefeito Evandro Almeida falou sobre a importância de preservar essa tradição religiosa. “Esse festejo é muito importante para o nosso calendário e muito bonito de se ver. É uma alegria festejar essa tradição, onde o povo representa sua fé. Eu e minha família participamos todos os anos”, disse o gestor após participação na missa.

Já no início da tarde, como foi no princípio da manhã para chegada à localidade, as embarcações enfeitaram as águas do mar da Baía de Todos-os-Santos com uma procissão marítima, que percorreu outras localidades como Ferrolho, Ilha das Vacas, Ilha de Maria Guarda, Bom Jesus dos Passos, Loreto, Madre de Deus, Santo Estêvão e Ilha do Pati. Conduzidas sempre por Santo Antônio dos Navegantes, foi difícil contar o número de embarcações que desfilaram por estas águas. “Quem acompanha a procissão marítima pela primeira vez, se encanta com as belezas naturais da nossa cidade”, acrescentou o prefeito Evandro Almeida. Após o cortejo, a imagem do santo retornou para a capela de Ilha das Fontes.

Os festejos de Santo Antonio dos Navegantes representa mais um marco no calendário religioso do município. Percebemos claramente traços tradicionais no evento, a exemplo da procissão marítima, que é  o diferencial da festa, louvamos ao santo em alto mar. É lindo notarmos a participação da comunidade e dos visitantes, tudo isso é muito importante porque o turista da atualidade prioriza vivenciar e aqui na ilha é justamente isso que ele encontra; quando ele vem buscar esse apelo religioso, ele conhece nossa gastronomia, nosso artesanato e nossa cultura. São Francisco do Conde está mostrando ao mundo nossos saberes e fazeres para quem vive e para quem chegaressaltou a secretária de Turismo, Ússula Flávia Pinto.

Prova do que foi dito, foi ver a comunidade envolvida, colocando sua gastronomia em prática, e, com isso, movimentando a economia local. E, para além disso, recentemente, a localidade ganhou diversas benfeitorias realizadas pela Prefeitura, as quais tiveram o devido agradecimento do frei. Os serviços contemplados foram os de: manutenção de iluminação; mutirão de limpeza; pintura geral da Igreja, do PSF, da fachada da escola, da sede comunitária, dos bancos da praça e dos canteiros de proteção da ilha; recuperação da pavimentação, sacheamento (retirada do mato que está entre o calçamento), serviços de poda, intervenção paisagística, reparo geral nos prédios públicos como o PSF, a própria igreja e sede comunitária; além de manutenção e reparo na balaustrada. Todos esses serviços foram realizados por meio da intervenção da SESCOP (Secretaria Municipal de Serviços, Conservação e Ordem Pública).

Ilha das Fontes é famosa pelas inúmeras fontes espalhadas por toda a sua extensão, daí o seu nome; a Ilha das Fontes fica a cerca de 5 km da sede de São Francisco do Conde. É considerada a melhor água das redondezas e suas fontes são tidas como as maiores. A ilha abriga, ainda, as ruínas de um antigo engenho.

Dia D da Vacinação Contra a Febre Amarela

No próprio dia 24 de fevereiro, foi realizado em São Francisco do Conde, o “Dia D” – Dia Nacional de Vacinação Contra a Febre Amarela – uma iniciativa do Governo Federal, que conta com o apoio dos governos Estadual e Municipal para reforçar a luta contra a doença. O prefeito Evandro Almeida, o vice-prefeito Nem do Caípe e toda comitiva que os acompanhavam, tal qual a secretária municipal da Saúde, Eleuzina Falcão, visitaram a Unidade de Saúde da Família do bairro. Aqueles que ainda não tinham se vacinado, aproveitaram a oportunidade do momento para ficar imunizado.

Em São Francisco do Conde, participaram da campanha 20 postos de vacinação e mais seis equipes volantes, que atenderam a população do município, das 08h às 17h. A meta da campanha desse ano é vacinar 16.000 pessoas em todo o território franciscano até o próximo dia 09 de março, quando a campanha será encerrada.

De acordo com dados da Secretaria Municipal da Saúde (SESAU), no “Dia D”, 24 de fevereiro, foram vacinadas 747 pessoas, totalizando 2.779 pessoas vacinadas desde o início da vacinação até aquele dia, ou seja, 17,4 % de cobertura do público estimado.

Ainda segundo a Vigilância Epidemiológica (VIEP) – órgão vinculado à SESAU – três macacos foram encontrados mortos no município na última semana, o que reforça a importância de todos os cidadãos buscarem uma Unidade de Saúde mais próxima e vacinarem-se. Vale ressaltar que os macacos são uma espécie de sentinela, pois sinalizam a presença do vírus. É muito importante que as pessoas não agridam e não matem esses animais, porque os macacos não transmitem a doença.