Foram empossados, nesta segunda-feira (11), os membros do Conselho Municipal da Juventude de São Francisco do Conde

Na manhã desta segunda-feira, dia 11 de dezembro, aconteceu no Gabinete da Prefeitura de São Francisco do Conde, a posse dos membros do Conselho Municipal da Juventude – ação da Secretaria de Direitos Humanos, Cidadania e Juventude (SDHCJ).

O conselho é constituído por 10 (dez) membros titulares e seus respectivos suplentes, sendo eleitos representantes da sociedade civil e indicações do poder público, que terão mandato de dois anos. A posse dos conselheiros cumpre à Lei n° 256, de 23 de abril de 2012, que criou o Conselho Municipal da Juventude de São Francisco do Conde.

Estiveram presentes na solenidade, o prefeito de São Francisco do Conde, Evandro Almeida, a vereadora Maria Sônia Batista, o secretário de Direitos Humanos, Cidadania e Juventude, Márcio Junqueira, o secretário de Cultura, Osman Ramos, o secretário de Serviços Públicos, Conservação e Ordem Pública, Amarildo Guedes, a secretária da Fazenda e Orçamento, Natalice Lourenço, o secretário de Gestão Administrativa, Marcus Welby, a secretária de Planejamento, Silmar Carmo, a chefe de Gabinete, Ana Cristina Marques e a superintendente da SEGAD, Sandra Pitanga.

O prefeito Evandro Almeida, em seu pronunciamento, falou sobre o compromisso da gestão na luta pelos direitos da juventude franciscana, bem como no fomento de políticas públicas para tornar os jovens protagonistas da sua própria história. “A criação da Secretaria da Juventude foi uma das promessas de campanha, portanto, promessa feita, promessa cumprida! Temos que preparar os jovens para que eles possam se tornar os grandes gestores de amanhã. Junto com Deus e com vocês ao meu lado continuaremos trabalhando por uma cidade cada vez melhor”.

O secretário de Direitos Humanos, Cidadania e Juventude, Márcio Junqueira, iniciou sua fala saudando todos os presentes, em especial a juventude franciscana e a sua equipe de trabalho, e enfatizou a importância da SDHCJ na luta pelos direitos da juventude. “A nossa secretaria nasce do grito dessa juventude, pois, inicialmente, se pensou em criar a secretaria para juventude, mas o prefeito Evandro Almeida sempre atento não somente a questão da juventude, mas também de outros segmentos, decidiu ampliar os nossos trabalhos em outros segmentos como, mulher, idosos, deficientes, o cidadão como um todo. Hoje estar aqui dando posse ao Conselho de Juventude é um passo enorme para a administração. Segundo estatísticas, hoje morre mais jovens negros do Brasil do que os jovens brancos e a taxa de mortalidade entre os jovens está aumentando cada vez mais, esse é o nosso desafio enquanto secretaria, enquanto Conselho de Juventude, que tem o papel deliberativo e fiscalizador, mas também precisa fomentar políticas públicas através de projetos para que juntos a gente possa promover ações para mudar a realidade da juventude, tonar visível aqueles que estão invisíveis”.

Representando os membros nomeados pelo poder público, o jovem Luan Santos falou sobre a construção desse processo de lutas e conquistas em prol dos direitos da juventude, o qual militou durante muitos anos. “É sempre uma honra compor o Conselho Municipal da Juventude, pois lembro-me muito bem do nascimento de cada ideia, projetos e direitos que conquistamos até agora como a criação, regulamentação e sanção da Lei n° 256, de 23 de abril de 2012, da implantação e da posse do primeiro conselho. Hoje eu vivi para ver a posse deste segundo Conselho da Juventude, pois muitos que estavam na construção desse processo continuam na militância e se fazem presentes também nessa nova formação. É muito bom ver e perceber que todos permanecem com o mesmo entusiasmo que é a nossa característica. É importante salientar que o número de jovens na cidade cresceu de forma significativa, esse é um desafio para o conselho e para a SDHCJ e demais secretarias que têm temas transversais ligados ao segmento da juventude para criar e implantar políticas públicas não apenas para juventude que conseguimos visualizar, mas, sobretudo, para a juventude invisível, a qual não imaginávamos que existe, mas que são reais e vivem a realidade da nossa cidade. Embora tenhamos feito um grande trabalho ao longo desses anos, infelizmente não conseguimos atingir esses jovens em sua totalidade, então, esse é o grande desfio do conselho e da gestão como um todo. Temos percebido um desenvolvimento social e econômico no município, mas isso precisa ser transformado em desenvolvimento social e emancipatório para esta juventude”.

Representando a sociedade civil, o jovem estudante franciscano, Rodrigo Bomfim Almeida, falou sobre o sentimento de vivenciar esse momentão tão importante. “Eu me sinto muito honrado em estar aqui neste momento, é muito satisfatório como jovem fazer parte desse conselho e representar a juventude que vem enfrentando alguns desafios em todo país. Aqui em São Francisco nós temos observado um olhar diferente da gestão para a nossa juventude, principalmente com relação às perspectivas dos nossos jovens que procuram a primeira oportunidade de emprego. A gestão tem tentado formas de promover políticas públicas para a juventude, um exemplo disso foi a criação da secretaria, pois é preciso dar voz a juventude franciscana diante do momento político que estamos vivendo, onde os preconceituosos, racistas e homofóbicos resolveram ‘sair do armário’. A gente observa essa onda reacionária no Brasil como um todo. A juventude precisa se unir na  luta contra o retrocesso”.

O Conselho Municipal da Juventude, órgão colegiado, autônomo, de caráter permanente, deliberativo, consultivo e fiscalizador, representante da população jovem, tem por finalidade formular e propor diretrizes voltadas à promoção de políticas públicas de juventude, fomentar estudos e pesquisas acerca da realidade socioeconômica juvenil de São Francisco do Conde.

 

Veja abaixo os conselheiros: 

MEMBROS DA SOCIEDADE CIVIL:

 1 – Segmento universitário:

Titular: Rodrigo Bomfim Almeida

Suplente: Iuri Santos Silva do Rosário

2 – Segmento Organizações Não Governamentais e organizações da sociedade civil de interesse público:

Titular – Amanda Sousa Rodrigues Santos

Suplente – Jamile Catharina Santos

3 – Segmento de associações e grupos culturais:

Titular – Samara Lima Nogueira

Suplente – Luiza Gabriele Ferreira Santos

4 – Segmento religioso:

Titular – Tainara de Jesus Souza

Suplente – Jacira Maria Vilas Boas dos Prazeres

5 – Segmento estudantil secundarista:

Titular – Jonathan Moreira Souza

Suplente – Lídia dos Santos de Menezes

 MEMBROS INDICADOS PELO PODER PÚBLICO

 

Secretaria de Direitos Humanos, Cidadania e Juventude (SDHCJ)

Titular – Iasmin Xavier

Suplente – Joane Macieira

Secretaria da Educação (SEDUC)

Titular – Luan Santos

Suplente – Camila Ferreira

 

Secretaria Municipal da Saúde – SESAU

Titular – Antônio Luiz Pereira

Suplente – Daniel Campelo

Secretaria de Desenvolvimento Social e Esportes (SEDESE)

Titular – Jhonatan Menezes

Suplente – Gilvandro Braga

Representando a Câmara de Vereadores

Titular – Fabrício Fernandes

Suplente – Luís Henrique Reis