III Edição do Projeto Circulô estimula jovens do bairro de São Bento

A Secretaria de Direitos Humanos, Cidadania e Juventude-SDHCJ realizou a III Edição do Projeto Circulô – Juventude Arte e Cidadania. Dessa vez, o projeto estimulou jovens do bairro de São Bento das Lajes.

O Circulô promoveu oficina de Dança, no Espaço Dandança, no bairro da Babilônia, ministrada pelo professor Danilo Ferreira e pelo grupo Embaixad’África, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira – UNILAB e a Oficina de Desenho, na Escola Três Marias, ministrada pelo artista Visual, Marcos Albertonny. O encerramento ficou por conta da realização de uma Oficina de Música, no CRAS de São Bento, com a cantora e orientadora musical, Tainá Cristina.

A jovem Kelly Oliveira, moradora de São Bento, participou da oficina de Desenho e ficou contente com a experiência: “O projeto circulô foi de extrema importância para mim, e toda a comunidade de São Bento. Sempre gostei de desenhar e nunca tive a oportunidade de fazer um curso, e o circulô nos deu essa oportunidade, onde aprendemos muitas técnicas, apesar de ter sido um período curto, mas foi bastante produtivo”.

Para o Diretor do Departamento de Atenção à Juventude (DEJUV), Joane Macieira, o projeto tem uma importância singular. “O circulô é um espaço para escuta, de aprender e construir coletivamente a partir das diversas realidades da juventude. É lugar real,  diverso, plural e que consegue abarcar a juventude singular, com instrumentos que permitem novas descobertas e estimulam o senso crítico e o potencial criativo de cada um”.

O “Circulô” tem como objetivo, desenvolver a arte-educação para promover o protagonismo juvenil,  com atividades que estimulem a autonomia, o potencial criativo, critico artístico e que evidenciem o jovem como agente da transformação social.