Parceria entre as ouvidorias municipal e estadual vai ofertar curso de qualificação na área de atendimento e escuta

O corpo técnico da Ouvidoria Geral de São Francisco do Conde visitou na última terça-feira (13), a Ouvidoria Geral do Estado (OGE), localizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Estiveram presentes na visita, o ouvidor do município, Alberto Jorge Mattos (Beto Maria), a assessora jurídica, Ana Cláudia Fontoura, o assistente técnico, Andreson de Jesus, o gerente de Atendimento, Alan Cerqueira, e o assessor de Controle Interno, Emanuel Alves, que foram recebidos pelo ouvidor geral do Estado, José Maria Dutra, e pela coordenadora de Ouvidorias Especializadas e Projetos, Fabiana Santos.

Os técnicos da Ouvidoria Municipal conheceram as instalações da OGE e puderam acompanhar e entender o funcionamento dos atendimentos oriundos das 417 cidades que compõe o Estado. “Com essas visitas técnicas, a gente aprende muito sobre o procedimento que o Estado usa para lidar com as demandas, com eficiência e agilidade no atendimento, e isso é inspirador! Essa foi uma troca de experiência muito boa“, afirmou Alan Cerqueira, gerente de Atendimento em São Francisco do Conde.

Na oportunidade, foram apresentados os dados da evolução da Ouvidoria Municipal, nestes 06 meses de nova gestão, e entre os dados o crescimento da participação da comunidade, bem como a quantidade de demandas resolvidas. “Desde que lançamos o Programa Fala Franciscano, em 16 de março deste ano, e começamos a visitar os bairros com a Ouvidoria Itinerante, a comunidade vem se mostrando confiante no trabalho da Ouvidoria. Começamos o primeiro encontro com aproximadamente 20 pessoas no bairro da Roseira. Já o último, que aconteceu no Socorro, tivemos cerca de 60 participantes. Isso sem falar nos atendimentos presenciais, telefônicos ou via internet. A nossa maior propaganda quem faz é a comunidade“, ressaltou Andreson de Jesus, assistente técnico da Ouvidoria.

A Ouvidoria Geral atende à comunidade através do telefone 0800 071 8199, presencialmente na Rua Antônio de Santana Portugal, nº 17, 1º andar, Nova São Francisco e no Posto Avançado do Caípe, e também via internet, através do Portal da Transparência (site da Prefeitura) e pelo e-mail ouvidoriageralsfc@gmail.com.

“Nós temos nos doado e, com isso, temos alcançados êxito em muitas soluções de demandas. Nosso sentimento é de satisfação e não vamos nos acomodar. Nossas ações têm beneficiado não só o munícipe que se confia no nosso trabalho, mas toda a comunidade. Vale ressaltar que o sucesso da Ouvidoria se deve também a parceria que conseguimos fazer com as demais secretarias do município. A gestão é uma só. Quando resolvemos uma demanda sobre iluminação pública, por exemplo, ganha a SESCOP que mostra seu serviço, ganha a Ouvidoria que ganha respaldo da comunidade e ganha o prefeito que prova o compromisso com a cidade, mas quem ganha, principalmente, é a comunidade franciscana que a cada dia tem uma cidade melhor“, enfatizou o ouvidor do município, Alberto Jorge Mattos.

O Ouvidor do Estado parabenizou a iniciativa da equipe pela visita e mencionou de forma positiva a maneira como a equipe de São Francisco do Conde vem trabalhando. “Aqui nós executamos o trabalha em rede, de forma descentralizada, promovendo uma melhor solução para as demandas que a Ouvidoria do Estado tem. Estamos aperfeiçoando o sistema de gestão e potencializando o trabalho“, relatou ouvidor do Estado, José Maria Dutra.

Por fim, foi firmada uma parceria entre as ouvidorias, onde será ofertado aos colaboradores da Ouvidoria Municipal um curso de qualificação na área de atendimento e escuta, com o intuito de aperfeiçoar o trabalho, visando sempre a excelência no atendimento ao público.“Foi de suma importância este encontro com o ouvidor do Estado. A princípio, nossa intenção era retribuir a participação dele ao nosso evento, em março, e mostrar o que temos feito. Agora, estamos voltando para São Francisco do Conde com o ganho de um curso para todos os funcionários da Ouvidoria que lidam diretamente com o público, totalmente sem custo para o município e não vamos parar por aí. Estaremos sempre buscando meios de aprimorar nossos serviços“, frisou Ana Cláudia Fontoura, assessora jurídica da Ouvidoria.