Projeto Lava-jatos Sustentáveis irá representar São Francisco do Conde na V Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente

Na manhã desta quarta-feira (30), uma excelente notícia para os franciscanos! O projeto Lava-jatos Sustentáveis no Monte Recôncavo, apresentado por Ana Clara Santos da Conceição, estudante do 9º ano do Centro de Estudos Claudionor Batista – CECBA, na III Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, foi escolhido para representar a Bahia, junto com outros municípios do estado, no evento nacional.

Além de Ana Clara, outra estudante franciscana tem dado orgulho ao município: Brenda Vitória Rodrigues, aluna do 7º ano da Escola Municipal Joaquim Alves Cruz Rios. Ela também esteve no evento, ao lado de jovens de 212 cidades baianas. Brenda apresentou o excelente projeto Protegendo as Águas Subterrâneas de São Francisco do Conde – Fonte do Mato.

As estudantes da rede municipal de ensino de São Francisco do Conde foram eleitas delegadas durante a etapa municipal da conferência, que se deu no dia 25 de abril, na Câmara Municipal de Vereadores. Os projetos foram elaborados pelas estudantes, sob orientação dos professores de Ciências, e apresentados, pela primeira vez, na atividade denominada Conferência na Escola, que aconteceu em todas as unidades escolares de Ensino Fundamental II do município. As propostas visam encontrar soluções para as questões locais com a água.

A Prefeitura de São Francisco do Conde, através da Secretaria Municipal da Educação – SEDUC, viabilizou a ida das alunas – acompanhadas das diretoras de suas respectivas escolas – a Salvador. “A gerência de Educação Ambiental se sente feliz por isso, pois percebemos que também estamos cumprindo essa missão, que é a de oportunizar aos nossos jovens conhecimentos e debates acerca de questões ambientais”, declarou Angélica Paixão.

A gerente de Educação Ambiental da SEDUC acredita que esse é um momento ímpar para os estudantes franciscanos, “por poderem realizar essa troca de conhecimentos com estudantes de tantas regiões do estado da Bahia e, agora, do Brasil. Além do mais, essa participação possibilita que eles percebam a importância de se dedicarem aos estudos. Se eles estão hoje representando o município é porque abraçaram o projeto, se dedicaram e se sobressaíram para poderem estar aqui desfrutando desse momento”. Ainda segunda ela, “com certeza essas jovens irão sair daqui convictas do quão longe a Educação pode levá-las”.

A V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente – etapa nacional – será realizada em São Paulo, de 15 a 20 de junho. Dela participarão representantes de todos os estados brasileiros. As delegações serão formadas por estudantes na faixa etária de 11 a 14 anos e acompanhantes adultos.