Projeto Mandala: A diferença entre ver e olhar

A mandala é considerada um diagrama que traduz a estrutura do universo, um símbolo da totalidade que representa a integração do homem com a natureza. Segundo o psicanalista Carl Jung, ela retrata as condições nas quais construímos nossa experiência humana. Através do reconhecimento, interpretação e construção dessa figura simbólica é que acontece o projeto Mandala, realizado na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE, em São Francisco do Conde, com a qual a Secretaria Municipal da Educação – SEDUC mantem um contrato de cooperação técnica.

Trata-se de uma iniciativa inovadora que estimula a construção do autoconhecimento, a interação e o desenvolvimento de habilidades motoras e cognitivas nos alunos, através do ato de desenhar, pintar, manipular, observar, perceber e imaginar, contribuindo para reflexão a respeito de padrões estéticos, cores, combinações, movimentos e localizações.

Utilizando recursos como grãos de feijão, arroz, milho, tintas, cordões, retalhos de tecidos, entre outros, objetiva-se desenvolver certas habilidades nos alunos como percepção motora, visual, musical, auditiva e tátil; criatividade, imaginação, concentração, equilíbrio físico/mental e autonomia.

Dentre os conteúdos trabalhados, de forma pedagógica e terapêutica, estão: formas (figura-fundo/formas variadas), figuras geométricas,cores, conceitos espaciais e temporais, tamanhos (grande, médio e pequeno), quantidade, além de leitura e interpretação de imagens.

O estudante Jurandson Moreira dos Santos, que tem 29 anos, adorou participar da atividade. “Eu ‘tô’ gostando de fazer a mandala, pintar e desenhar. Fazer bolinha com barro, com terra, papel. Foi muito divertido trabalhar com a roda, o círculo e a mandala. Aprendi a fazer do meu jeito!”.

O processo de avaliação do projeto respeita as especificidades de cada educando e suas respostas aos estímulos apresentados. Segundo Alessandra de Souza Xavier Chaves, coordenadora pedagógica das Oficinas Protegidas Terapêuticas, “enquanto coordenadora, posso afirmar que o Mandala tem superado nossas expectativas devido ao grande alcance pedagógico que tem contemplado todos os nossos segmentos”.

O projeto Mandala se iniciou nas aulas de Oficinas Protegidas Terapêuticas, mas, devido ao grande sucesso de sua realização, se expandiu para todas as turmas da APAE. “É um trabalho interdisciplinar que conta com parceria dos professores de Artes e Educação Física. Todos estão participando do projeto Mandala dentro das competências de suas disciplinas. Abrange a questão do movimento, a questão corporal e a questão artística, sendo que o meu enfoque é o pedagógico”, completou Alessandra.