Rede Municipal de Ensino abre vagas para Educação de Jovens e Adultos – EJA

Devido às dificuldades encontradas em tempos idos, quando não havia, no Brasil, programas sociais de transferência de renda para as famílias mais carentes, muitas crianças e jovens precisavam trabalhar para ajudar em casa e, por isso, tinham que interromper seus estudos ou, muitas vezes, nem sequer podiam ser alfabetizados. Felizmente, através da Educação de Jovens e Adultos – EJA é possível alterar o passado e agora qualquer um que deseje pode se alfabetizar.

Em São Francisco do Conde, a partir de segunda-feira (05/02), a Secretaria Municipal da Educação – SEDUC realizará as matrículas da Educação de Jovens e Adultos – EJA. O procedimento será dividido em dois momentos. Nos dias 05 e 06 de fevereiro serão matriculados os alunos para a EJA I e nos dias 07 e 08 será a vez da EJA II.

O primeiro nível do programa corresponde ao período da 1ª a 4ª série, destinado a estudantes com, no mínimo, 15 anos. Para o segundo nível, que começa na 5ª série, é preciso ter 16 anos completos. A duração média de cada nível da EJA é de dois anos, mas, a fim de assimilar o conteúdo, o aluno pode permanecer no curso durante o tempo necessário.

Como fruto da vontade de aprender e do esforço empreendido para vencer todas as barreiras impostas pelo cotidiano, um grupo de 05 alunos da EJA I formou-se no dia 25 de janeiro, na Escola Juvenal Eugênio de Queiroz. A turma pertence ao Eixo III, correspondente ao Ensino Fundamental Anos Iniciais.

Entre os formandos, está o Sr. Matheus Evangelista, que recebeu seu primeiro diploma aos 83 anos. “Essa é uma noite em que participo com todos vocês, professores, é uma coisa que eu aprendi com vocês, eu vim aqui para isso, não foi para outra coisa. Deus está me ajudando, pois adquiri esse diploma, que é uma coisa que eu nunca tive na minha vida”, declarou emocionado.

Maria Zélia, que tem 59 anos, também foi uma das concluintes da EJA I. Para ela, a professora da turma, Jeane Moreira, teve uma atuação fundamental para que ela pudesse celebrar a formatura. “Eu pensava que não ia conseguir, mas eu tinha que ir em frente. Quando a gente tem fé, a gente consegue. Agradeço principalmente a minha grande professora maravilhosa, que sempre nos incentivou a não perder nenhuma aula. Amei estar aqui nessa sala de aula”.

Os interessados devem procurar as seguintes unidades escolares para a realização da matrícula:

EJA I

Escola Frei Eliseu Eismann (Sede)

Escola Antonina Olímpia Pessoa da Silva (Sede)

Escola Almir Pinto (Campinas)

Escola Juvenal Eugênio de Queiroz (Baixa Fria)

Escola Duque de Caxias (Monte Reconcavo)

Escola Álvaro Rodrigues (Jabequara da Areia)

Escola Navarro de Brito ( Socorro)

Escola João Seabra ( Ponta do Côco)

Escola Anísio Teixeira ( Engenho de Baixo)

Escola Iromar Silva ( Caípe de Baixo)

EJA II

Instituto Municipal Luiz Viana Neto (Sede)

Escola Joaquim Alves Cruz Rios (Pitangueira)

Centro de Aperfeiçoamento do Saber – CEAS ( Caípe de Cima)