Representantes da SDHCJ participam de lançamento do ID Jovem

Foi lançado na manhã desta quarta-feira, 14, no município de Lauro de Freitas, o Identidade Jovem ou ID Jovem, do Governo do Estado, que assegura aos estudantes e jovens de baixa renda descontos e gratuidades em transportes interestaduais, além de meia-entrada em eventos artístico-culturais e esportivos. A iniciativa, inspirada nos direitos assegurados aos jovens através do Estatuto da Juventude – documento sancionado em 2013, na gestão da então presidenta Dilma Rousseff – beneficiará a todos os estudantes e jovens pertencentes à famílias com renda mensal de até dois salários mínimos e inscritos no Cadastro Único do Governo Federal, que tenham entre 15 e 29 anos.

De acordo com o secretário de Direitos Humanos, Cidadania e Juventude – SDHCJ, de São Francisco do Conde, Márcio Junqueira, que esteve presente ao evento, para ter acesso a esses direitos, o jovem precisa estar com cadastro atualizado no CadÚnico há, pelo menos, 24 meses. A inscrição pode ser feita no CRAS – Centro de Referência de Assistência Social do município. Quem não tem esse tipo de registro, é necessário consultar o setor responsável pelo Cadastro Único na cidade, que fica localizado na Casa dos Programas Sociais – Centro. “Serão beneficiados, além dos que participam do Bolsa Família, aqueles contemplados pelo PAS, Educa Chico e PROUNIFAS – todos programas sociais de São Francisco do Conde que têm contribuído significativamente para mudança de vida de milhares de pessoas e agora, com esse programa, vai contribuir muito mais para o acesso deles à cultura, ao esporte e ao lazer”, destacou Junqueira.

Também estiveram presentes no lançamento do programa, Jabes Soares, coordenador de Políticas para a Juventude, da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado da Bahia (SJDHDS). Para ele, sua pasta tem “o compromisso de fazer com que todos os jovens da Bahia tenham acesso ao programa e consigam, a partir desta iniciativa, assegurar o que rege o Estatuto da Juventude”. Já o deputado estadual Manasses, relembrou que o país vive um momento de crise econômica, que afeta a todos, especialmente os jovens na busca de um primeiro emprego. E, para além disso, são eles que estão no topo do ranking de pessoas que mais morrem no país, em decorrência da violência. “Por isso a preocupação em fazer políticas públicas voltadas para vocês, jovens”, ressaltou.

O secretário nacional de Juventude, Francisco de Assis Costa Filho, trouxe dados do IBGE e do Ministério da Justiça para reforçar a necessidade de debater diante das problemáticas que afligem os jovens brasileiros. Atualmente, o país possui uma população de 50 milhões de jovens entre 15 e 29 anos. “O Brasil precisa dar uma atenção mais especial a juventude”, disse o secretário, acrescentando ainda que nas últimas décadas foram dadas poucas oportunidades aos jovens. “O país possui 622 mil presidiários, isso nos coloca como o 4º país com maior população carcerária do mundo, sendo que 72% desses presidiários têm entre 18 e 24 anos”. A alfinetada do representante do presidente Michel Temer parece não ter agradado a todos, sendo, em seguida, alvejado com a máxima “FORA TEMER”. Mas, para Assis Filho, é tempo de buscar soluções ao invés de debruçar sobre os escândalos políticos envolvendo a Presidência da República. “Não queremos discutir o Brasil de 2018 e sim o problema que atinge a juventude brasileira no presente, porque mais importante que o debate político-partidário é o debate dos problemas sociais que atingem esse país”.

Na sequência, representando o governador Ruy Costa, o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, Carlos Martins, afirmou que este é “um grande avanço para as políticas de juventude do nosso estado. Quando estamos garantindo ao jovem o acesso à arte, ao esporte e à locomoção, obviamente, estamos potencializando as oportunidades da educação para além das escolas e universidades. Isso é inclusão social, direito de todos”. Não perdendo a oportunidade, a prefeita anfitriã do município-sede de lançamento do ID Jovem, Moema Gramacho, iniciou sua fala com a mesma máxima dita pelos estudantes que estavam na plateia e que também vem se repetindo por milhares de brasileiros. Em seguida, Moema identificou que dentro de Lauro de Freitas 14 mil jovens serão beneficiados pelo programa. “Políticas têm de ser de estado para que sejam dadas continuidade e fortalecidas […]. Jovem nasceu pra brilhar e não para passar fome”, frisou a gestora.

Também participaram do lançamento do ID Jovem, o secretário de Juventude de Lauro de Freitas, Felipe Novais, representantes de municípios da Região Metropolitana de Salvador e do Recôncavo Baiano e Jocilene Bandeira e Joane Macieira (membros da SDHCJ de São Francisco do Conde). Ao longo da programação apresentaram-se: a orquestra sinfônica Neojibá, o grupo de dança contemporânea, Sublime, e músicos locais, dos gêneros hip hop e rap.