São Francisco do Conde é agraciado com Centro de Educação Ambiental

Após ser beneficiado com o tombamento provisório da Fazenda Engenho D’Água pelo IPAC, no último dia 05 de junho, o município de São Francisco do Conde foi agraciado nesta quarta-feira, 06, com um Centro de Educação Ambiental. Membros dos poderes Executivo e Legislativo, bem como um número expressivo de alunos da rede municipal de ensino participaram da inauguração do espaço nessa manhã.

“Quero parabenizar as crianças que vieram comemorar o Dia do Meio Ambiente, celebrado ontem, aqui. Este é mais um marco para o município, o qual só terá real finalidade se tiver o aproveitamento de vocês, em especial das crianças. Este equipamento sai a custo zero para a população franciscana, vez que contou com a parceria de empresas instaladas na cidade”, disse o secretário e anfitrião do evento, Renato Costa Rosa. O secretário de Meio Ambiente, durante o discurso, fez uma explanação acerca das atividades desenvolvidas no espaço, tal qual o circuito realizado por quem visita, que envolve conhecimentos sobre árvores e plantas nativas, hortas medicinais e mudas, e, o processo de compostagem, cujo manejo é realizado por meio da contribuição dos mercados e feirantes locais, que doam frutas, verduras e hortaliças que não servem mais para o consumo. O espaço é aberto a toda comunidade e, de acordo com Costa Rosa, uma horta medicinal poderá ser estendida as unidades de ensino do município, tal qual já é possível encontrar no Complexo de Saúde do Caípe. As hortas convencionais também já são uma realidade nas escolas.

Durante a ação, o público pôde experimentar alguns chás e sucos feitos a partir dos produtos cultivados no local. Na oportunidade, também foi assinado o Termo de Parceria de Acolhimento e Soltura de Animais Silvestres com a Fazenda Engenho D’Água, que, quando solicitado pela Prefeitura, acolhe os animais em seu habitat, exceto os peçonhentos ou venenosos, para não colocar em risco a vida das pessoas. Além do Termo de Parceria de Acolhimento e Soltura de Animais Silvestres, o proprietário do bem, Mário Augusto Nascimento Ribeiro, recebeu o Prêmio Destaque Ambiental 2018. A premiação foi a ele concedida por todo o trabalho que vem desenvolvendo no município. “A partir desta data, todo o ano, a Prefeitura de São Francisco do Conde vai homenagear aquele ou aquela empresa, seja quem for, que se destaque durante o ano na proteção do meio ambiente. Esse será o nosso ‘Oscar do Meio Ambiente”, disse o secretário Renato, já convocando as demais empresas a se empenharem nesse sentido de assumirem sua responsabilidade ambiental.

No ensejo, o presidente da Casa Legislativa, o vereador Venilson Souza Chaves (Cravinho), solicitou uma reunião com os empresários que atuam na cidade para partilhar das dificuldades enfrentadas no município e juntos buscarem soluções. O vereador Renato Junior, que é presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara, se disse feliz pelo que chamou de ‘ação positiva’. “Aqui os alunos poderão conhecer de maneira tátil tudo o que conhecem através dos livros. Que mais ações positivas como essa aconteçam”.

O Sr. Juliano, da empresa Global Engenharia, também falou do contentamento em fazer parte deste projeto. “A gente tem um compromisso, um conceito de sustentabilidade, que é de dialogar com as futuras gerações. É fundamental sensibilizarmos as crianças o quanto antes, para que elas saibam da importância dos recursos naturais e possamos transformar o mundo, deixando-o melhor. Para compor o acervo local estamos deixando aqui livros que falam sobre os parques da Bahia e seus diversos biomas”.

Após ser bastante aplaudido pelo entusiasmo da ação, o Sr. Janeci, do INEMA e gestor da APA Rio Joanes, também destacou que o órgão está imbuído de promover ações de preservação ambiental, tal qual a revitalização da nascente do Rio Joanes, que fica em São Francisco do Conde. “O Rio Joanes responde por 40% do abastecimento de água de Salvador e Região Metropolitana. Nada mais justo que levar as crianças para conhecerem esse espaço e consciente-las para preservação deste bem. Quanto ao INEMA, colocamos-nos à disposição para que as questões ambientais sejam fortalecidas”, afirmou.

“É com muita felicidade que vejo o reconhecimento do trabalho que venho fazendo”, disse, ainda emocionado pelo dia de ontem e ações desta manhã, o proprietário da Fazenda Engenho D’Água, Mário Ribeiro. “Estamos projetando São Francisco do Conde internacionalmente com nossas ações turísticas. Ninguém visita um local que não tenha responsabilidade com o meio ambiente”, completou o vencedor do Prêmio 2018.

O encerramento do evento foi feito pelo prefeito da cidade, Evandro Almeida, que agradeceu imensamente a participação de todos envolvidos com o projeto. “Quero agradecer a todos que hoje estão aqui fortalecendo esse projeto, os empresários e nossos secretários que também se empenharam na construção dessa ação, bem como os nossos vereadores que são sempre grandes parceiros. Eu agradeço ao povo de São Francisco do Conde pelo apoio de sempre e em nome do povo agradeço a você,  Renato, por esse belíssimo trabalho que a SEMAP vem fazendo. É muito bom ver essas crianças aqui adquirindo novos conhecimentos e perceber que tudo aqui foi feito com muito carinho e dedicação. E o melhor, não gastou nenhum recurso dos cofres da Prefeitura. Quero saudar também meu amigo Mário, pelo belo trabalho que vem fazendo, você que sempre acolheu os nossos animais e agora está oficializado, além do trabalho de preservação da história e cultura do nosso povo através da Fazenda Engenho D’Água. Nós temos uma grande preocupação com o meio ambiente, até porque temos uma refinaria logo ali, e temos de estar fiscalizando 24h por dia para que nada de ruim aconteça. Está de parabéns também o pessoal do INEMA, que vai fazer a recuperação da nascente do Rio Joanes, a qual, para nosso privilégio, nasce aqui em nosso município. Esse é o objetivo da gestão e vamos continuar na luta por uma cidade cada vez melhor”, concluiu o gestor.