São Francisco do Conde inaugura Sala Zé de Lelinha, destinada à preservação da memória deste lendário violeiro

Em São Francisco do Conde, o Projeto Essa Viola dá Samba inaugura a Sala Zé de Lelinha, um espaço cultural destinado à preservação da memória deste lendário violeiro da viola machete, instrumento singular do samba chula (uma das vertentes da samba de roda).

Na Sala, que será inaugurada no dia 10 de março, além de objetos pessoais do mestre Zé de Lelinha, será possível encontrar também aulas de viola machete, oficinas de Samba Chula, vídeos, fotografias, filmes, CDs, livros, dissertações, áudio raros e o melhor do samba de viola do recôncavo baiano.

A entrega do espaço a comunidade franciscana, que ficará no Casarão das Artes, na Rua Ministro Bulcão Viana, terá a participação do Samba Chula Mirim Flores da Pitangueira e a entrada é gratuita.

Inauguração da Sala Zé de Lelinha

Data: 10 de março de 2018

Local: Casarão das Artes – Rua Ministro Bulcão Viana (próximo ao Instituto Luiz Viana Neto)  

Horário: 16h

Apoio: Casa do Samba Zé de Lelinha; ALASFCON (Academia de Letras e Artes de São Francisco do Conde) e Prefeitura de São Francisco do Conde, através da Secretaria Municipal de Cultura – SECULT.