São Francisco do Conde sediou o Encontro de Profissionais do Programa Mais Médicos

O município de São Francisco do Conde sediou na última sexta-feira (24), no auditório da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira – UNILAB, o Encontro Loco Regional de Profissionais do Programa Federal “Mais Médicos” na Bahia.

Na oportunidade, estiveram reunidos tutores e supervisores para avaliação dos trabalhos realizados e orientação das equipes. Durante o encontro, alguns grupos foram formados para discutir o papel da educação permanente através da Atenção Básica.

“Esse evento é extremamente importante, pois identifica e fortalece o município como uma estrutura que abre espaço democrático para discussões referentes à saúde. Esperamos que no ano de 2018 já estejamos trabalhando nos prédios que estão sendo construídos para abrigar as salas e os laboratórios do Curso de Medicina. As obras dos prédios já estão bem adiantadas e acreditamos que no segundo semestre deste ano o primeiro prédio seja entregue. Tivemos essa semana em Brasília, com representantes do Ministério da Educação e Ministério da Saúde, e acreditamos que a partir de agora alguns processos que estavam um pouco mais lentos irão deslanchar. Mas essa é uma característica de um curso dessa importância para o processo de implantação do Curso de Medicina”, disse a secretária da Saúde de São Francisco do Conde, Eleuzina Falcão.

Sobre os benefícios do Curso de Medicina na UNILAB, a Secretária ressaltou a importância dessa implantação para o desenvolvimento do município. “Primeiro conseguiremos avançar dentro de uma proposta que é a interiorização da saúde. Segundo, a gente resolve as questões dos vazios assistenciais, pois nós temos uma dificuldade muito grande de fixar médicos e outros profissionais da saúde no município. Nós entendemos que um curso de Medicina em São Francisco do Conde vai oportunizar os alunos da cidade e de outras regiões a participar desse processo, pois os estudos mostram que se o indivíduo estuda próximo da sua residência e tem campo de trabalho, em 75% dos casos eles acabam se fixando na localidade, conhecendo os moradores, sua cultura e suas necessidades”.  

Para a professora adjunta da UNILAB e presidente da Comissão de Implantação do Curso de Medicina no Campus dos Malês, em São Francisco do Conde, Mirian Sumica Carneiro Reis, “essa recepção loco regional do programa Mais Médicos faz parte dessa parceria estabelecida tanto com a Secretaria da Saúde do município quanto com a Secretaria de Saúde do Estado, e cada vez mais próximo com o Ministério da Saúde, e claro com o programa Mais Médicos que é fundamental, pois é a partir dele que são definidas as novas diretrizes para os cursos de Medicina. O nosso curso entra nessa perspectiva, pois é um curso muito mais voltado para a prevenção do que para a assistência em hospital. É um curso diferenciado e o Mais Médicos faz parte disso. O curso de Medicina é um vetor de desenvolvimento de várias vertentes, do ponto de vista acadêmico, pois será acessível para um público ainda maior do que já é com os cursos existentes da universidade, que também são muito importantes”.

O “Mais Médicos” é uma iniciativa que envolve os Ministérios da Saúde e da Educação e funciona como uma bolsa de formação acadêmica e de especialização. Cada equipe tem 10 médicos e um supervisor para acompanhamento e orientação.

O programa Mais Médicos visa diminuir a carência de profissionais nas regiões prioritárias para o Sistema Único de Saúde (SUS), a fim de reduzir as desigualdades regionais na área da Saúde, fortalecer a prestação de serviços de Atenção Básica, aprimorar a formação médica e proporcionar maior experiência no campo de prática médica durante o processo de formação. O projeto tem um caráter estruturante para a saúde pública no Brasil.