SDHCJ realizou Roda de Conversa para Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida

A Secretaria Municipal de Direitos Humanos, Cidadania e Juventude – SDHCJ, de São Francisco do Conde, realizou uma Roda de Conversa para Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida. O encontro foi realizado nesta quarta-feira, 10 de maio, na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Prefeitura e Câmara de São Francisco do Conde – SINDSEFRAN, que fica na Rua Ministro Bulcão Viana – Centro.

A roda de conversa foi conduzida por Eliana Rosa, gerente de Direitos Humanos e Mobilidade Reduzida da SDHCJ e pela professora Rute de Santana Santos Dantas. O objetivo da roda de conversa foi aproximar as pessoas com deficiência e mobilidades reduzidas dos seus direitos fundamentais e apresentar a Lei Brasileira de Inclusão – LBI, também chamada de Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146/2015), que afirma a autonomia e a capacidade desses cidadãos para exercerem atos de vida civil em condições de igualdade com as demais pessoas.

O número de alunos com deficiência está aumentando na escola regular, algumas medidas já foram tomadas em relação à acessibilidade, mas se faz necessário que sejam criadas ações específicas para atender a demanda nas escolas“, declarou Rute de Santana Santos Dantas, professora e também conselheira do Fraternidade Cristã de Pessoas com Deficiência.

Na roda de conversa foram abordados temas como educação, bullying, acessibilidade aos espaços sociais, os reflexos da discriminação, assistência social, inclusão na sociedade, deficientes no mercado de trabalho.

Sou integrante do Fraternidade Cristã de Pessoas com Deficiência e esse movimento foi implantado em 1995 e não é um movimento fraternalista. O foco é promover as pessoas com deficiência no meio social. Participamos de vários eventos para nos mostrar, pois, senão, ficamos apáticos“, declarou Roque Carlos de Brito, integrante do Fraternidade Cristã de Pessoas com Deficiência.